Bombeiros Voluntários de Joinville divulgam nota explicando impasse com entidade militar

Corporação esclarece, entre outros pontos, que “não existe lei estadual que dá exclusividade aos militares para a realização das vistorias"

Arquivo/ND

Prestação de serviços pelos Bombeiros Voluntários é contestada pelos Bombeiros Militares

A assessoria do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville informou nesta quinta (25) por meio de nota que “não existe lei estadual que dá exclusividade aos militares para a realização das vistorias, inclusive nos hotéis, bares, postos de combustíveis, revenda de gás ou outros estabelecimentos, conforme a Constituição Estadual”.

A corporação informou também que “o serviço de análise técnica e vistorias prestado pelos bombeiros voluntários é realizado por profissionais, engenheiros e técnicos em edificações, devidamente registrados no Crea-SC, o que garante a confiabilidade dos trabalhos”. Eles ressaltaram que “existe um termo de cooperação que a corporação militar assinou, mas isso serve apenas para os casos de denúncias, o que inclusive é comum também aos voluntários, que recebem denúncias do poder público para a verificação do cumprimento das leis de incêndio em estabelecimentos do município”.

A nota lembra também que “para a execução de qualquer edificação que se enquadre nos termos da Lei Estadual de prevenção de incêndio, se faz necessário a apresentação do projeto com todos os sistemas preventivos exigidos e seus respectivos laudos técnicos. A confecção deste projeto é de responsabilidade do proprietário da obra/imóvel ou do estabelecimento. Independentemente se a análise e vistoria for realizada pelos voluntários ou militares. Este custo o proprietário terá de qualquer forma”, finaliza.

A corporação aproveita para reafirmar que o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville é a única corporação que atende aos moradores da cidade, que faz o trabalho de resgate, salvamento, incêndio, acidentes de trânsito e ficou um pouco surpresa pelo o que foi veiculado.

A nota rebate a matéria publicada pelo jornal Notícias do Dia na última quarta (24), na qual foi mostrado o problema de empresários que, mesmo com alvará de prevenção a incêndio e pânico assinado pelos Bombeiros Voluntários, estavam sendo autuados pelos Bombeiros Militares. Na matéria, os Militares alegam que uma normativa do Ministério Público garante o poder de fiscalização e emissão de alvarás em locais de grande concentração de pessoas, boates, hotéis e restaurantes exclusivamente para os Militares.

A equipe do jornal Notícias do Dia, tentou entrevistar o comandante dos Bombeiros Voluntários de Joinville, Jaekel Souza, mas por telefone ele informou que este caso deveria ser tratado diretamente por meio de nota da assessoria de imprensa.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Bombeiros

Loading...