Garoto escapa de perder a visão após acidente com linha de cerol em Florianópolis

Andrei Filomeno de Jesus andava de bicicleta em uma ciclovia da Via Expressa Sul quando não conseguiu desviar da linha

Andrei teve um corte no nariz e outro próximo ao olho esquerdo – Foto: Arquivo PessoalAndrei teve um corte no nariz e outro próximo ao olho esquerdo – Foto: Arquivo Pessoal

Um adolescente de 17 anos por pouco não teve sérios problemas de visão após sofrer um corte no rosto causado por uma linha de pipa com cerol na Via Expressa Sul, em Florianópolis, neste domingo (25). Andrei Filomeno de Jesus andava de bicicleta em uma ciclovia quando o acidente aconteceu.

Ele pedalava pela rodovia Governador Aderbal Ramos da Silva, em direção ao aeroporto da Capital, quando viu a linha da pipa e não conseguiu desviar.

“Eu estava pedalando na ciclovia, sentido aeroporto, estava indo treinar, quando de repente uma linha de pipa apareceu a meio metro de mim, quando vi já não deu mais tempo de fazer nada”, contou o jovem à reportagem do ND+.

Andrei sofreu um corte no nariz e outro no canto do olho esquerdo. O jovem recebeu ajuda de pessoas que passavam próximo ao local e viram quando tudo aconteceu. Ele recebeu atendimento do Corpo de Bombeiros Militar e foi encaminhado ao Hospital Governador Celso Ramos, no Centro, onde levou 13 pontos.

O adolescente disse estar bem e se recuperando até a retirada dos pontos. “Por alguns milímetros a linha não cortou o meu olho. Nunca tinha passado por isso, mas conversei com alguns ciclistas e vi que o problema, infelizmente, é recorrente”, lamenta o jovem.

GMF faz alerta

Desde 2020, no período de 1 ano e 4 meses, a GMF (Guarda Municipal de Florianópolis) atendeu 77 ocorrências envolvendo a “brincadeira” de soltar pipa com cerol na linha.

“A brincadeira torna-se perigosa e pode causar sérios acidentes com a adição de vidro na cola que é aplicada por algumas pessoas nas linhas das pipas. A GMF alerta que essa prática, principalmente nas áreas urbanas, coloca em risco a vida de motociclistas caso a linha do brinquedo atinja os condutores e até mesmo os pedestres”, informou a GMF.

A população pode ajudar a coibir esse tipo de ocorrência. Basta denunciar pelo telefone 153 da GMF ou 190 da PM (Polícia Militar).

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Bombeiros

Loading...