Ex-marido é suspeito de incendiar apartamento de mulher em Indaial

Moradora não estava no local no momento que as chamas começaram. Fogo começou em um quarto e cerca de 60 pessoas precisaram ser evacuadas do prédio

Uma mulher de 23 anos teve seu apartamento incendiado na madrugada deste domingo (27) em Indaial.  O incêndio ocorreu na Rua Pedro Ebert, bairro Warnow, e segundo informações da Polícia Civil o principal suspeito de ter iniciado o fogo é o ex-marido da moradora do local.

Homem é suspeito de incendiar apartamento da ex-mulher em Indaial – Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Voluntários de Indaial

De acordo com a reportagem de Gabriela Milanezi para o Cidade Alerta, imagens do circuito interno de segurança do condomínio mostram que o suspeito estacionou nas proximidades, entrou no prédio e seguiu para o apartamento, onde ficou alguns instantes e saiu. Logo depois que ele deixa o prédio é possível ver um clarão, que já seriam as primeiras chamas do incêndio.

O Corpo de Bombeiros Voluntários de Indaial foi acionado por volta das 2h50 de domingo (27), sendo que no local moram dois bombeiros, que iniciaram o combate às chamas.

Homem é suspeito de incendiar apartamento da ex-mulher em Indaial – Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Voluntários de Indaial

Os bombeiros relataram que o incêndio estava localizado no quarto de um apartamento do primeiro pavimento de um dos blocos. Os bombeiros que moram no local conseguiram combater as chamas antes mesmo da chegada das viaturas, utilizando a rede de hidráulica e os extintores do edifício.

Por precaução, o prédio foi evacuado e cerca de 60 pessoas tiveram que deixar as unidades residenciais. Todas receberam atendimento dos socorristas, sendo que sete inalaram bastante fumaça durante a evacuação, mas recusaram encaminhamento para o hospital.

Homem é suspeito de incendiar apartamento da ex-mulher em Indaial – Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros Voluntários de Indaial

A moradora do apartamento que teria sido incendiado pelo ex-marido, não estava no local no momento que o fogo começou.  Segundo a polícia, ela já tem uma medida protetiva contra o ex-companheiro. A Polícia Civil vai investigar o caso.

+

Cidade Alerta SC