Idosa desaparecida em Campo Alegre: o que se sabe após seis dias

Mulher de 62 anos de origem israelense desapareceu em uma comunidade do interior do município do Planalto Norte

As buscas a idosa de 62 desaparecida em Campo Alegre, no Planalto Norte de Santa Catarina, chegam ao quinto dia nesta segunda-feira (17) e mobilizam três viaturas e oito bombeiros da região.

Idosa foi vista pela última vez no dia 12 de janeiro – Foto: CBM/DivulgaçãoIdosa foi vista pela última vez no dia 12 de janeiro – Foto: CBM/Divulgação

Lamya Selenica é de origem israelense e não fala português, além de sofrer de Alzheimer e diabetes. Ela foi vista pela última vez saindo da comunidade Nova Galileia, onde mora, em direção a Avenquinha.

Um vídeo divulgado pelo Corpo de Bombeiros Militar com autorização da família mostra Lamya pouco antes de desaparecer: ela usa blusa de manga comprida rosa, uma calça preta e um vestido listrado por cima. Veja:

Vídeo mostra Lamya antes de desaparecer – Vídeo: CBM/Divulgação

Durante as buscas, que incluem também binômio (bombeiro acompanhado de cachorro), as equipes encontraram alguns objetos da idosa, como uma bolsa de mão.

Bolsa da vítima foi encontrada durante as buscas – Foto: CBM/DivulgaçãoBolsa da vítima foi encontrada durante as buscas – Foto: CBM/Divulgação

Um drone também foi utilizado na força-tarefa que já percorreu mais de cinco quilômetros a partir do raio em que Lamya foi vista pela última vez. Desde o início das buscas, 15 bombeiros, entre voluntários e comunitários, quatro viaturas e um binômio já foram empenhados.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Bombeiros

Loading...