IML pede a consulado argentino o registro dentário de turista desaparecido no mar

Objetivo é comparar com arcada do corpo encontrado na noite dessa quinta-feira (28) no Moçambique

O IML (Instituto Médico Legal) pediu ao consulado argentino em Florianópolis o registro dentário de Xavier Cavachero, o turista de 42 anos desaparecido desde sexta-feira passada, dia 22, quando caiu do costão da praia do Santinho com a filha de sete anos, também desaparecida. O objetivo é comparar com a arcada do corpo encontrado na noite dessa quinta-feira (28) na praia do Moçambique.

:: Camiseta pode contribuir para identificação de corpo encontrado no Moçambique

Divulgação/Arcanjo/ND

Bombeiros continuam as buscas pela menina Trinidade Cavachero

De acordo com o IML, há fortes indícios de que se trata de Xavier, como estatura do corpo, camiseta que vestia e estado de decomposição condizente com o tempo em que ficou no mar. Mas nenhum desses indícios é suficiente para comprovar a identidade.

O gerente de medicina legal Marco Aurélio Lima informou na tarde desta sexta-feira (29) que tanto o reconhecimento facial quanto a identificação por coleta de digitais não foram possíveis em razão do avançado estado de decomposição do corpo, que foi congelado para evitar maior deterioração.

Quando o registro dentário de Xavier chegar ao IML, o que não há prazo estipulado para acontecer, o corpo será descongelado e uma dentista legal vai comparar as arcadas. Segundo Marco Aurélio, se a dúvida permanecer, será realizado exame de DNA.

o Corpo de Bombeiros mantém as buscas em praias da região à procura da filha de Xavier, Trinidade Cavachero.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Bombeiros

Loading...