Incêndio que matou família no Oeste de SC pode ter sido criminoso, diz polícia

Corpos de casal e duas crianças foram encontrados carbonizados após a casa em que moravam em São Domingos ser destruída pelo fogo

O incêndio que matou quatro pessoas da mesma família em São Domingos, no Oeste catarinense, pode ter sido criminoso, segundo informações da Polícia Civil. A casa que o casal morava com os dois filhos foi destruída pelo fogo na manhã do último sábado (8).

As vítimas fatais do incêndio foram Raquel Alves, de 31 anos, Neocir Rodigheri, de 34 anos, e os filhos do casal Maria e João Rodigheri, de 10 e 11 anos, respectivamente. As vítimas foram identificadas por familiares e vizinhos.

Incêndio destruiu a casa e deixou quatro pessoas mortas. – Foto: Jair Correa/NDTV ChapecóIncêndio destruiu a casa e deixou quatro pessoas mortas. – Foto: Jair Correa/NDTV Chapecó

De acordo com a Polícia Civil, os laudos do IML (Instituto Médico Legal) do Núcleo Regional de Perícias de São Lourenço do Oeste, identificaram que Neocir tinha um corte na região do pescoço e a causa da morte foi hemorragia aguda ocasionada por “instrumento cortante”.

Já Raquel apresentava ferimentos na região do pescoço e do tórax e a causa da morte também foi hemorragia aguda ocasionada por “instrumento perfuro-cortante”.

“Tais elementos, examinados em conjunto à ausência de sinais de lesões por inalação ou fuligem em via aérea, indicam que as lesões foram produzidas em organismo vivo, ou seja, que suas mortes não foram decorrentes do fogo”, informou a polícia em nota à imprensa.

Corpos aguardam liberação

Conforme a polícia, Neocir foi identificado pela impressão digital e Raquel pela arcada dentária. As identificações das duas crianças, para que os corpos sejam liberados, aguardam resultados de testes de DNA, devido à proporção e grau das queimaduras.

As investigações estão à cargo da DIC-Fron (Divisão de Investigação Criminal de Fronteira) de São Lourenço do Oeste/SC com a colaboração do IGP (Instituto Geral de Perícias).

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Bombeiros