Pacientes com Covid são transferidos do Oeste para Florianópolis pelo Arcanjo

Eles aguardavam, em enfermarias, uma vaga para internação em UTI; pacientes são de Videira e Curitibanos

Dois pacientes com a Covid-19 foram transferidos do Meio-Oeste catarinense para Florianópolis com o avião Arcanjo-02 para tratamento médico. Os pacientes são de Curitibanos e Videira.

Pacientes de Videira e Curitibanos foram transferidos para Florianópolis para ocupar leitos de UTI por consequência da Covid – Foto: CBMSC/Divulgação/NDPacientes de Videira e Curitibanos foram transferidos para Florianópolis para ocupar leitos de UTI por consequência da Covid – Foto: CBMSC/Divulgação/ND

O CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina), por meio do BOA (Batalhão de Operações Aéreas) auxiliou nesse transporte. Os pacientes aguardavam, em enfermarias, uma vaga para internação em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

Mediante a coordenação da Central de Regulação do Samu foi oportunizada uma vaga no Hospital Florianópolis e outra no Hospital Celso Ramos.

Segundo o comandante de Operações Aéreas do BOA, tenente Grande, “o transporte aéreo representa importante meio de auxílio nos transportes inter-hospitalares/aeromédicos”.

Com auxílio da aeronave é viável percorrer grandes distâncias em um espaço de tempo muito menor, em comparação com outros meios.

No voo de quarta-feira foram percorridos em torno de 350 quilômetros entre as cidades de Curitibanos e Florianópolis, em um total aproximado de 40 minutos de voo. Se o transporte fosse por terra demoraria cerca de 5h de duração.

Já no voo de Videira para Florianópolis, a distância por terra é cerca de 480 quilômetros, a qual seria feita em média de 6 a 7 horas. De voo, este trecho não passou dos 50 minutos. Tempo estes que para os pacientes são imprescindíveis.

+

Bombeiros