Tecnologia ajudou a localizar médica desaparecida após acidente em SC; entenda

Equipes do Corpo de Bombeiros iniciaram as buscas com base na última localização registrada no GPS do celular de Mariana

A médica Mariana Fossatti, de 30 anos, que estava desaparecida e foi encontrada após se envolver em um acidente na BR-470, em São Cristóvão do Sul, foi encontrada com o auxílio da tecnologia.

Mariana se deslocava para realizar plantão médico na cidade de Timbó quando sofreu o acidente – Foto: Reprodução/Redes Sociais/NDMariana se deslocava para realizar plantão médico na cidade de Timbó quando sofreu o acidente – Foto: Reprodução/Redes Sociais/ND

Conforme informações divulgadas pelo 2º BBM (Batalhão de Bombeiros Militar) de Curitibanos, as equipes iniciaram as buscas pela médica a partir do último ponto do GPS do celular de Mariana.

Por volta das 10h30 de segunda-feira (19), as equipes receberam um chamado de um motorista que viu um carro fora da pista, em um local de difícil acesso. A vítima foi localizada consciente na na BR-470, passando trevo da entrada de Otacílio Costa.

Médica segue na UTI

Mariana foi submetida a uma cirurgia para retirada do baço durante a tarde desta segunda-feira. Segundo informações do Hospital Hélio Anjos Ortiz, a médica segue na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) em estado estável.

Sobre o caso

Mariana mora em Curitibanos, mas trabalha no Hospital e Maternidade Dona Lisette, em Taió. Ela estava desaparecida desde a manhã de domingo (18), quando saiu para trabalhar, mas não chegou ao destino.

Os socorristas encontraram Mariana sentada na ribanceira, consciente e orientada. Segundo os bombeiros, a médica teria perdido o controle do veículo que estava conduzindo saiu da pista e capotou.

Ainda de acordo com os bombeiros, a mulher apresentava dores na região do abdômen, costas e clavícula direita, além de um edema no olho esquerdo. Ela recebeu atendimento e na sequência foi conduzida ao hospital de Curitibanos.

Carro conduzido por Mariana ficou destruído – Foto: Divulgação/PRF SCCarro conduzido por Mariana ficou destruído – Foto: Divulgação/PRF SC
+

Bombeiros