Trabalhador é soterrado em obra em Chapecó

Fato ocorreu na Avenida Getúlio Vargas, área central do município; o Corpo de Bombeiros, SAMU, SAER/SARA trabalham no local

Um acidente de trabalho com soterramento foi registrado na tarde desta terça-feira (29), em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. O fato ocorreu em uma obra, na Avenida Getúlio Vargas, área central da cidade.

A ocorrência está em andamento na Avenida Getúlio Vargas. – Foto: Reprodução/Internet/ND

A vítima estava próxima da calçada, quando parte dela cedeu. O homem estava consciente, estável e apresentava fraturas nas duas mãos.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros, Tiago Lucian de Oliveira, o homem estava soterrado até a altura do peito. “Como havia risco de desabamento foi preciso fazer escoras para trabalhar com segurança. Ele permaneceu consciente e conversando com a equipe, mas reclamava de muita dor”, comentou.

Oliveira disse que o homem não estava com equipamentos de segurança no momento do acidente. “Ele estava exposto ao risco. Primeiro fizemos a segurança dele, para depois retirar a terra”, explicou.

Homem trabalhava em uma obra na área central de Chapecó. – Foto: Rodrigo Gonçalves/NDTV

A presidente do Siticom (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Chapecó), Izelda Teresinha Oro, acompanhou o resgate. Segundo ela, o trabalhador já havia cavado cerca de 1,80 metro e não tinha nenhum tipo de contenção.

“Encontramos todos os buracos abertos, um botijão de gás a céu aberto, banheiro sem condição de uso, nenhuma prevenção à Covid-19. Os funcionários não tinham condições humanas de trabalho”, alertou a presidente.

A presidente informou que o Sindicato vai localizar o engenheiro civil  responsável, que assinou a obra, e encaminhará uma denúncia ao Ministério do Trabalho para investigar a situação.

A reportagem do ND+ fez contato com a Mattiello Pré-Moldados e Construtora, empresa responsável pela obra, para se posicionar sobre o assunto. Mas, fomos informados de que o responsável está em viagem e, por enquanto, a empresa não vai se manifestar oficialmente.

O Corpo de Bombeiros informou que o caso será repassado à Defesa Civil. O SAMU, o Corpo de Bombeiros e o SAER/SARA foram mobilizados na ocorrência. Para o resgate, helicóptero pousou na avenida, interrompendo o trânsito.

+

Bombeiros