VÍDEO: Bombeiros resgatam quatro pessoas ilhadas em Santo Amaro da Imperatriz

Trabalhadores não conseguiram retornar para casa por conta do temporal que causou a elevação do nível do rio que corta a propriedade

O Corpo de Bombeiros resgatou nesta terça-feira (3) quatro pessoas que estavam ilhadas na localidade de Vargem do Braço, em Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis. 

Bombeiros trabalham no resgate de quatro trabalhadores que ficaram ilhados em Santo Amaro da Imperatriz – Foto: CBMSC/Divulgação/NDBombeiros trabalham no resgate de quatro trabalhadores que ficaram ilhados em Santo Amaro da Imperatriz – Foto: CBMSC/Divulgação/ND

De acordo com a CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina), três homens e uma mulher, todos maiores de idade, estavam trabalhando em uma lavoura na tarde da última segunda-feira (2) e não conseguiram retornar ao final do dia por conta do aumento no nível do rio que corta a propriedade. Como resultado, a água cobriu a única ponte de acesso.

Por conta disso, familiares acionaram os bombeiros na manhã desta terça-feira e logo iniciaram a operação de resgate.

Ainda de acordo com os bombeiros, o estado de saúde das vítimas era uma preocupação porque uma delas fazia uso de medicamento diário para controle de diabetes. Apesar disso, todos estavam estáveis no momento do resgate.

As equipes de plantão de Santo Amaro da Imperatriz, do Grupo de Busca e Salvamento de Florianópolis, Comandante de Área do 1º e 10º Batalhões de Bombeiros Militar participaram do atendimento.

O resgate foi realizado através de um bote inflável e a fixação de um cabo guia de uma margem a outra do rio.

Veja como foi o resgate:

Bombeiros trabalham no resgate de quatro trabalhadores que ficaram ilhados em Santo Amaro da Imperatriz – Vídeo: CBMSC/Divulgação/ND

Chuvas causam deslizamentos na Grande Florianópolis

A forte chuva já vem causando estragos na Capital, Palhoça, Biguaçu, Santo Amaro da Imperatriz e São José, todos localizado na Grande Florianópolis. 

Deslizamento de terra em Florianópolis – Foto: PMF/Divulgação/NDDeslizamento de terra em Florianópolis – Foto: PMF/Divulgação/ND

Boletim divulgado pela prefeitura da Capital às 10h30 informou que, após a madrugada de chuva contínua, um deslizamento de terra na comunidade José Mendes atingiu duas residências, deixando as famílias desabrigadas.

Durante a noite/madrugada, a chuva acumulada chegou a 77 mm. Outros leves alagamentos foram notificados no acesso à ponte Colombo Salles, na Curva das Bandeiras, no acesso ao Sul da Ilha, ao lado do elevado Dias Velho, na Avenida da Saudade com pouco acúmulo de água em uma das faixas, e no Heliponto da Beira-Mar Norte.

Por volta das 12h, a única situação de interdição até o momento ocorreu na divisa de Palhoça com Santo Amaro da Imperatriz, na Guarda do Cubatão. No local, existe uma ponte, que está sendo reformada – a estrutura havia sido danificada justamente durante um período de chuva intensa.

A prefeitura municipal de São José informou que houve um deslizamento de rocha em um condomínio fechado, o Bosque das Mansões. A rocha não chegou a atingir nenhuma residência, mas parte da via de acesso ao condomínio foi isolada por precaução. A captação de rede pluvial também necessitou de desentupimento.

Em Biguaçu, um muro desmoronou sobre uma casa na rua Sérgio Murilo Martins, no bairro Jardim Janaína. De acordo com a prefeitura municipal, não houve feridos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Bombeiros

Loading...