VÍDEO: domingo de Páscoa acaba em tragédia para família de Joinville

Um homem de 52 anos, que já foi identificado, morreu afogado no rio Piraí

O domingo (4) de Páscoa, que era para ser de celebração, acabou em tragédia para uma família de Joinville.

Um homem de 52 anos morreu afogado no rio Piraí, na Estrada Blumenau, no local conhecido como ponte coberta. O rio é bastante procurado por banhistas e neste domingo estava com forte correnteza.

Segundo informações de testemunhas, o homem, identificado como Nardele Estevão, estava acompanhado de familiares aproveitando o domingo de Páscoa. Ainda de acordo com familiares, após almoçar, ele entrou no rio e desapareceu.

afogamento em JoinvilleEquipe avançada do Samu e bombeiros voluntários de Joinville tentando reanimar o banhista – Foto: Ricardo Alves/NDTV Joinville

A esposa, então, percebeu que o marido não estava mais na região onde havia entrado e gritou por socorro. Dorgivan Santini da Silva, outro banhista que estava no local, atendeu ao chamado da esposa e entrou no rio para tentar encontrar Nardele.

Dorgivan conseguiu localizar Nardele a cerca de 500 metros de onde ele havia entrado na água. Com ajuda de um amigo, Dorgivan trouxe Nardele para as margens do rio e tentou reanimá-lo até a chegada do Corpo de Bombeiros Voluntários.

Quando os bombeiros chegaram, continuaram os procedimentos para tentar reanimar Nardele. Foram 20 minutos até o médico constatar o óbito às 13h39.

Os familiares ficaram muito abalados e a esposa passou mal, precisando de atendimento médico.

Para chegar ao local, de difícil acesso por conta da correnteza e da distância, os bombeiros tiveram de atravessar no meio do rio com os equipamentos de resgate.

Veja os vídeos abaixo:

Segundo o médico do Samu, Nardele havia ingerido bebida alcóolica antes de entrar na água. Fica sempre o alerta de evitar  o consumo de bebida alcoólica antes de tomar banho de rio ou de mar.

Outro problema comum é terminar a refeição e em seguida ir para água. Nestes casos, é comum a congestão estomacal, com dores na barriga, que impossibilita a movimentação muscular e afeta a coordenação motora. É sabido que o corpo humano demora cerca de uma hora para processar o alimento e aliviar o estômago e, neste intervalo, não se deve entrar na água.

O homem também não sabia nadar, segundo informações dos próprios familiares.

A Polícia Militar foi acionada para registrar o Boletim de Ocorrência. Instituto Médico Legal resgatou o corpo de Nardele Estevão.

*Com informações de kelly Borges e Ricardo Alves, da NDTV Joinville

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Bombeiros