Delegado Ricardo Thomé é o cara da Polícia Civil

Doutor em Direito e professor da Esag, Thomé tem uma carreira digna e brilhante na instituição

Cardeal
Às vésperas de se aposentar, o delegado da 6ª DP, Ricardo Thomé, faz notícia nacional com a prisão do nutrólogo Omar César Ferreira de Castro, acusado de assédio sexual e de estupro em seu consultório no centro de Florianópolis. O delegado trabalhou em silêncio e deu o bote na hora certa. Prendeu o médico depois do Carnaval. Assim, ganhou repercussão na mídia. Thomé tem uma carreira digna e brilhante na Instituição. É doutor em Direito, professor da Esag (Escola Superior de Administração e Gerência) já ocupou a chefia de Polícia Civil e outros cargos importantes na Instituição. Foi o cara que criou a Central de Polícia da Capital, no primeiro ano do então governador Luis Henrique da Silveira. Naquela época a central era diferente: tinha investigação. Aliás, a investigação é o forte deste delegado que o conheci em Joaçaba, quando eu era repórter esportivo. Fui ao Oeste cobrir o jogo entre Joaçaba e Avaí, partida válida pelo Campeonato Catarinense. Thomé era o presidente do time do Oeste. Ele venceu o Avaí por 2 a 0 e na classificação geral ficou em terceiro lugar no campeonato catarinense.

Prostituição
A delegada da Polícia Civil, Michele Alves, está fazendo uma devassa nas casas de luzes verde e vermelha de Florianópolis. A última ação da delegada foi fechar uma casa no centro de Florianópolis onde havia dez mulheres à disposição dos frequentadores. A casa era registrada como sauna. Pelo visto, a delegada ainda vai ter que fazer muitas visitas surpresas por que a quantidade de massagens eróticas na cidade não é pequena. Quem passa pelo calçadão da Felipe Schmidt recebe, no mínimo, seis convites para conhecer salas de prostituição.

Divulgação/ND
Quarto onde aconteciam os encontros íntimos na casa de massagem no Centro

Crime encomendado

Um homem de 43 anos é o mandante do assassinato da enfermeira Cláudia Mara Koppe, 44. O criminoso se escondeu no Paraná e quando a poeira abaixou ele retornou para Joinville. Mas o plano falhou: Foi preso. Cláudia foi assassinada a tiros por um adolescente de 16 anos no dia 30 de janeiro. Quando garoto foi detido, ele revelou que ganhou R$ 1 mil para matar a vítima, ex-mulher de quem lhe pagou. O bandido mirim ainda é apontado em mais um homicídio em Joinville.

Golpe baixo
A Polícia Civil de Guabiruba prendeu uma cartomante que deu água “batizada” para um senhor de idade que lhe procurou com intenção de enriquecer. A vítima ficou desnorteada e foi orientada a ir em uma agência bancária no centro de Brusque, em companhia de um homem indicado pela cartomante. O aposentado transferiu mais de R$ 23 mil para a conta da vigarista. Ele contou que ouviu um anúncio em uma rádio da região e, então, procurou os serviços da cartomante.

Divulgação/ND

Cilindros vazios usados em soldas eram aproveitados para encher com oxigênio hospitalar

Cilindro inadequado
A  Policia Civil de Joaçaba prendeu um empresário de 33 anos que utilizava cilindros vazios de oxigênio industrial para encher com oxigênio hospitalar. Na fabriqueta dele foram apreendidos 50 cilindros. Além da polícia, técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária e Bombeiros realizaram a inspeção e detectaram que no galpão havia uma pequena fábrica de adulteração de cilindros. O delegado Daniel Fortes Régis cumpriu mandados de busca e apreensão na empresa e na casa do suspeito. 

Improbidade
Dois servidores do Judiciário de Mafra foram condenados por improbidade administrativa. Anamaria e Francisco Eduardo eram chefes de  cartórios  e não repassaram, integralmente, ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina recursos recebidos para quitar custas judiciais. Apesar dos valores aparentemente pequenos – R$ 946 e R$ 262 distribuídos em 10 anos – a sentença considerou que toda forma de corrupção deve ser punida, não importando o tamanho. 

Divulgação/ND

Carro roubado no Rio Grande do Sul encontrando em Araranguá

Clone
É impressionante o número de carros roubados no Rio Grande do Sul que rodam em Santa Catarina com placas de outro veículo semelhante. Quase todos os dias, os policiais apreendem carros clonados. Em Araranguá, no Sul do Estado, os agentes pararam uma mulher ao volante de um Hyndai i.30 roubado. A moça disse que havia emprestado o carro do namorado, que já foi preso pela polícia com desmanche de carros. A placa falsa vinha recebendo multas de trânsito que iam para a correspondência do dono do veículo. 

Tarado
O presídio de Masculino de Florianópolis está cheio de tarados. A capacidade é de 261 homens, mas está com uma lotação de 318 presos aguardando julgamento. Deste total, 60 acusados de crime sexual estão confinados na galeria C. De acordo com o diretor, Euclides da Silva, a faixa etária dos tarados é a partir dos 40 anos. São padrastos que abusam das enteadas, pais de violentam filhos, mas o preso mais notável é sem dúvidas o nutrólogo Omar César Faria de Castro, acusado de assediar sexualmente pacientes em seu consultório no centro de Florianópolis. 

Loading...