Catarinense também registrou denúncia de abuso sexual contra médium João de Deus

Denúncias de abusos sexuais contra o médium goiano João Teixeira de Faria, o João de Deus, também ecoaram em Santa Catarina. Na tarde desta sexta-feira (14) o Centro de Apoio Operacional Criminal (CCR) do Ministério Público, com sede em Florianópolis, recebeu a denúncia e vai encaminhar o material para o MP  de Goiânia onde tramita o processo. A Justiça de Goiás decretou nesta tarde (14) a prisão preventiva do médium.

A assessoria do Ministério Público não divulgou o nome da mulher e nem a cidade onde ela prestou depoimento. Porém afirmou que quando as denúncias vieram à tona, foi criada uma força-tarefa com o objetivo do MP orientar os promotores das áreas criminais e da defesa da mulher colher depoimentos de vítimas e encaminhá-los para os CCRs,  que reenviará para o MP de Goiás.  

As denúncias contra João de Deus vieram a público no  dia sete deste mês durante um programa de televisão.  Inicialmente dez mulheres afirmaram serem importunadas pelo médium. Atualmente, as denúncias se espalharam pelo Brasil. João de Deus, médium renomado atende milhares de pessoas em todo o país na Casa Dom Inácio de Loyola, localizada em  Abadiânia, no interior de Goiás.

Loading...