Cena do crime alterada e vingança: o que a polícia sabe sobre feminicídio em Blumenau

Margarete Zanella, de 50 anos, foi morta a facadas dentro de casa na manhã desta quarta-feira (9)

Um dia após a morte de Margarete Zanella, de 50 anos, a Polícia Civil de Blumenau começa a desvendar o crime. As investigações apontam para um feminicídio. O principal suspeito é o ex-companheiro dela, que está internado após supostamente tentar tirar a própria vida. De acordo com o delegado Felipe Orsi, em entrevista à NDTV, vingança seria o motivo do assassinato e há indícios de que a cena do homicídio foi modificada.

Margarete Zanella foi morta a facadas na manhã de quarta (9), em Blumenau – Foto: Reprodução/Facebook/ND

“Ele estava separado dela há quase dois meses e, não aceitando o término do relacionamento, acabou desferindo esse golpe (de faca) fatal na vítima. Posterior a isso, ele ainda tirou uma foto da mulher em óbito e mandou para uma das filhas da vítima. A gente entende que isso foi uma forma de vingança porque ele atribui à família da mulher o fim do relacionamento”, explica o responsável pelas investigações.

Delegado Felipe Orsi comanda as investigações do feminicídio – Foto: Reprodução/NDTV

As apurações da Delegacia de Proteção à Mulher de Blumenau levam a outra conclusão: “houve uma adulteração por parte dele (o homem) na cena do crime. Quando os primeiros policiais chegaram ao local, ele também estava caído com golpes de faca, possivelmente tentou se suicidar, e a vítima estava numa posição diferente daquela que foi mandada a foto para a filha. Então a gente conclui que ele tentou adulterar a cena do crime para ludibriar os peritos e o magistrado. É um crime de fraude processual que também atribuímos a ele”, afirma o delegado.

Na tarde desta quinta-feira (10), o homem ainda estava internado na UTI, consciente, sob custódia da polícia. Ele será interrogado formalmente depois da alta hospitalar. A prisão em flagrante foi homologada pela Justiça e o pedido de preventiva aguarda análise do Poder Judiciário. Os resultados de exames periciais ainda são esperados para ajudar na conclusão das investigações. Este foi o primeiro feminicídio registrado em Blumenau neste ano.

Mulher é encontrada morta e ex-marido em estado grave em Blumenau – Foto: Moisés Stucker/NDTV

+

Segurança