Comerciante denuncia falta de segurança em Forquilhas, São José

Ladrões ficaram mais de uma hora com a família trancada no banheiro. Vizinha chamou a PM que demorou mais de uma hora para chegar

Dois ladrões armados de revólveres invadiram a casa do comerciante Rodrigo Cantídio da Silva, 36, em São José, e após trancar o casal e um filho de quatro anos no banheiro roubaram tudo o que podiam e levaram na Zafira MFE-7360 (São Pedro de Alcântara) da família. Silva tomava café com a mulher quando os ladrões anunciaram o assalto.

O roubo ocorreu por volta das 18h30, de segunda-feira, no número 48 da rua Pedro Rocha, no bairro Forquilhas, quando a mulher de Silva, Karina Lousado da Costa, 35, se preparava para ir para a faculdade, onde cursa Direito. Silva contou que uma vizinha flagrou toda a movimentação dos assaltantes. “Ela disse que ligou para a Polícia Militar, mas os policiais demoraram uma hora e meia para chegar”.

De acordo com o casal, os ladrões ficaram mais de uma hora revirando a casa à procura de objetos de valores.  O comerciante denunciou a insegurança em que os moradores de Forquilhas vêm passando por causa da falta de policiamento.  “O único  postinho do bairro foi fechado. Não se vê a Polícia Militar fazendo rondas na área. Eles [os PMs]  só fazem blitz para apreender motocicletas que estão com a documentação atrasada”.

Na manhã desta terça-feira, o casal retornou à 1ª DP de Forquilhinhas e repassou informações aos policiais sobre os suspeitos. Silva revelou que investigou por conta própria, junto a “malandragem do bairro”, e chegou ao nome de um dos suspeitos. “Ele é de Forquilinhas e estava com um Ecosport”.  A Zafira da família ainda não foi localizada.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...