Comerciante fica em coma induzido após reagir à tentativa de assalto no norte da Ilha

Oito funcionários do supermercado também foram rendidos durante a ação de dois bandidos, nos Ingleses

Eram 6h40 dessa segunda-feira (27), quando oito funcionários e o proprietário de um supermercado foram rendidos por dois assaltantes, na rodovia João Gualberto Soares, nos Ingleses, no norte da Ilha. Os assaltantes chegaram com uma caixa e informaram que se tratava de uma entrega de mercadorias. “Um dos funcionários brincou que ainda era cedo e, de início, levou um tapa do assaltante. Os criminosos mandaram todos se abaixarem e revelaram que se tratava de um assalto”, contou Graziela Hendler, uma das funcionárias rendidas.

DANIEL QUEIROZ/ND

Tentativa de assalto e de homicídio ocorreu antes mesmo do mercado abrir as portas para o público

Graziela estava nos fundos do supermercado, atrás do caixa da padaria e foi a última a ser rendida. “Se tivesse me abaixado, o assaltante não me veria, mas não consegui agir a tempo”, lamentou a funcionária, que ficou muito nervosa com a situação. O proprietário do estabelecimento, Valdeci Mannes, 46 disse aos assaltantes que não tinha dinheiro em caixa, já que ele faz os depósitos nos fins de semana.

Mas os ladrões foram insistentes. Enquanto um deles ficou cuidando dos funcionários rendidos, o outro levou o proprietário até a casa dele, que fica no mesmo terreno, para pegar dinheiro. Nesse momento, o proprietário do mercado reagiu e conseguiu imobilizar um dos bandidos. Ao verificar a situação que o comparsa passava, o outro bandido foi ao local e efetuou um disparo, que atingiu a cabeça do proprietário do supermercado.

“Nunca vou esquecer o bandido dizendo que precisava matar o Valdeci”, relatou Graziela. A vítima recebeu os primeiros socorros da equipe do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e foi encaminhado ao Hospital Regional de São José, onde está em coma induzido.

Os ladrões não conseguiram levar nada e fugiram em uma motocicleta. Moradores do local informaram que os ladrões teriam chegado a pé. A Delegacia de Repressão a roubos da Capital trabalha para identificar os suspeitos.

Proprietário do supermercado não tem inimigos

Valdeci Mannes, 46, proprietário do supermercado onde houve a tentativa de assalto, é descrito pelos funcionários como uma pessoa tranquila e que trata todos muito bem. A funcionária Graziela acredita não se tratar de vingança, pois ele é uma pessoa sem inimigos.

“Infelizmente, isso aconteceu. Estamos torcendo para ele se recuperar. Ele foi o único que olhou diretamente nos olhos do bandido quando fomos rendidos”, lembrou Graziela, que está no emprego há dois anos. Foi a primeira vez que os funcionários foram rendidos em uma tentativa de assalto no local.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...