Defensoria Pública cobra direito de saída de jovens infratores

A Defensoria Pública de Santa Catarina recomendou que seja garantido o direito de saída de jovens que cumprem medida socioeducativa em semiliberdade na cidade de Criciúma, no Sul do Estado.

Sem atividades externas e contato com os familiares, os adolescentes estão presos desde o mês de abril.

Confira a reportagem no Balanço Geral.

+

BG Florianópolis