Delegacia de São José é atingida por 25 tiros na madrugada

Ninguém saiu ferido durante atentado. Polícia investiga ataque

Débora Klempous/ND

Não está descartada hipótese de disparos serem fruto de vingança pessoal

A 2º Delegacia da Polícia Civil de São José, na rua Fúlvio Vieira da Rosa, em Barreiros, São José, foi metralhada na madrugada de terça (3) por ocupantes de um veículo. Segundo o delegado do setor de investigação Manoel Galeno, 31, foram disparados 25 tiros de pistolas de calibre 380.

Os tiros acertaram as janelas do plantão, da sala dos escrivãs e um cômodo reservado aos PMs, para preencher fichas de presos trazidos por eles. No momento do ataque, estavam no local o delegado Carrearo e a escrivã Carolina. Cerca de cinco disparos estilhaçaram os vidros da janela. “Nos primeiros disparos corri para debaixo da mesa”, contou Carolina, que teve seu Peugeout, estacionado na frente do prédio, furado a bala.  O delegado também se protegeu dos disparos.

Na outra sala, onde fica o plantão, o agente Paulo se jogou no assoalho para se proteger os disparos. A Polícia Civil investiga várias hipóteses, inclusive rixa pessoal entre agentes do plantão e criminosos. As câmeras de vigilância do prédio não estavam funcionando e os agentes utilizaram na investigação imagens do sistema de prédios vizinhos.

Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Segurança