Delegado pede prisão de assaltante que matou comerciante em São José

Suspeito tem várias passagens policais. Foi preso em janeiro por porte ilegal de arma e ganhou a liberdade no dia 24 de fevereiro

Um dos dois assaltantes que invadiram a loja Stop Cicles na rua Cruz e Sousa, em Campinas, São José, para roubar o dinheiro do caixa e mataram o proprietário Ednei José do Nascimento, de 42 anos, com um tiro no peito, já foi identificado pela polícia. Trata-se de Guilherme da Silva Santos, com várias passagens policiais.

O delegado da Divisão de Investigação Criminal de São José,  Manoel Galeno, disse que em janeiro Santos  foi preso por porte ilegal de arma e ganhou liberdade no dia 24 de fevereiro. “Ele também é investigado em assaltos na cidade de Palhoça. Hoje à tarde (8) vou pedir a prisão dele”, disse.   

:: Dono da Stop Cicles é morto durante tentativa de assalto

Após o crime, os homens correram em direção à rua Josué Di Bernardi, entraram na rua Salvador de Bernardi e deram a volta pelos fundos da igreja de Campinas. Policiais fizeram o percurso dos criminosos e estenderam as diligências até o bairro Monte Cristo, onde havia suspeita de que a dupla teria procurado abrigo, mas não obtiveram êxito.

Segundo a polícia, quando os bandidos invadiram a loja, Nascimento estava no balcão e o filho nos fundos da loja. Ao perceber que estava sendo assaltado, o comerciante recuou para trás do balcão e foi atingido pelo tiro. Os criminosos fugiram sem levar nada. Na opinião do delegado, a prisão dos assaltantes é apenas uma questão de tempo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...