Depois da crítica que fiz ao comandante do 21º BPM de Florianópolis percebi que fui injusto

Comentei no Cidade Alerta a postura dele na reunião do Conseg, conforme matéria feita pela RIC TV, mas depois percebi o erro

Oportunistas
Depois da crítica que fiz ao comandante do 21º BPM (Batalhão da Polícia Militar) do Norte da Ilha, tenente-coronel José Nunes Vieira, no jornal Cidade Alerta, que apresento na RIC TV, de segunda a sexta, ele me telefonou. A crítica era de que nossa equipe havia sido impedida de fazer a cobertura da reunião mensal do Conselho Comunitário de Segurança. Falei para ele que não tratava do assunto por telefone. No dia seguinte fui ao batalhão. O oficial me mostrou o quadro real da segurança na região e das apreensões de drogas e de prisões. O coronel ressaltou que na reunião havia muito cabo eleitoral. Fiquei convencido com o relato do oficial que me apresentou a estatística na qual pude constatar que, ultimamente, baixou o índice de violência. Ele disse que vai a todas as reuniões mensais do conselho de segurança e naquela noite, terça-feira (8) havia algumas pessoas que há dois anos não participavam dos encontros e que aproveitaram a oportunidade para falar, hipoteticamente, sobre fatos ocorridos em 2012. Nunes foi para 21º BPM em 2014, na condição de subcomandante. No ano seguinte, com a saída do tenente-coronel Air, que foi para reserva remunerada, ele assumiu o comando do batalhão.  

Divulgação/ND

Dinheiro e objetos roubados apreendidos com Geovane e Jonkin, no Norte da Ilha

Abordagem (1)
Uma guarnição da Bike Patrulha do 21º BPM (Batalhão da Polícia Militar) do Norte da Ilha, abordou um Chevrolet Agile com três suspeitos. Durante a revista veicular um suspeito conseguiu fugir. No carro havia 47 mil pesos argentinos, 3.930 dólares e R$ 316,00, além de cartões de crédito, controles eletrônicos, celulares, relógios, tablete, roupas, sapatos e outros objetos furtados. Ali foram detidos e levados à 7ª DP (Canasvieiras) Geovane Cabral e Jonkin Gonçalves. Ambos foram autuados receptação.  

Divulgação/ND

PM mostra a arma e a munição apreendidas com um homem que apertou o gatilho contra a guarnição, mas a arma falhou

Abordagem (2)
Na tentativa de capturar o terceiro suspeito, com reforço de duas guarnições, os policiais se depararam com outra situação: um motorista ao volante do Fiat Palio Week Trekking, ao avistar os policiais, fez uma manobra brusca e tentou fugir, atropelando Arlene Ciampi. Uma das viaturas a conduziu para o hospital, enquanto a outra guarnição continuou a perseguição. No trevo de acesso a Jurerê Internacional, o motorista Marcos Joaquim foi cercado. Ele sacou da arma e apertou o gatilho, mas o revólver falhou e ele foi capturado. Joaquim estava com mandado de prisão ativo. A mulher atropelada não corre risco de morte.

Ouvidoria
A Ouvidoria da SSP recebeu no ano passado quase oito mil manifestações do cidadão catarinense: reclamações, informações, esclarecimentos de dúvidas, elogios, etc. Deste total, 7.612 manifestações foram encaminhadas pela Ouvidoria Geral do Estado e 1.028 atendimentos receberam resposta da Ouvidoria da SSP. Perguntas e questões sobre serviços do Detran, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Militar e policiamento se destacaram, com contatos, ao lado dos pedidos de informações sobre trânsito, documentos e legislação, entre outros assuntos.

Divulgação/ND

Policiais apreendem máquinas caça niqueis em casas de jogos no planalto serrano 

Jogatina

Policiais da Divisão de Investigação Criminal de Lages fecharam duas casas de jogos no Planalto Serrano, “estouraram” uma banca do jogo do bicho, apreenderam máquinas caça niqueís e detiveram três pessoas. Entre elas, uma mulher por estelionato. As ações ocorreram nas cidades de Capão Alto e Lages. O material apreendido e as pessoas detidas foram encaminhadas à Central de Plantão Policial de Lages.

Ação rápida
O Nissan March, placas MMA-6816 (Florianópolis), que havia sido tomado de assalto no bairro Jardim Atlântico, em Florianópolis, foi recuperado logo em seguida, por policiais militares do 22º BPM (Batalhão da Polícia Militar) na comunidade Chico Mendes. Luan de Oliveira não teve chances de fugir e se entregou. Dentro do carro os policiais apreenderam um simulacro de pistola.

Divulgação/ND

Na casa de três traficantes, no Oeste do Estado, a PM apreendeu um pé de maconha e drogas

Maconha

Em Caçador, no Meio-Oeste do Estado, a Polícia Civil deflagrou uma ofensiva contra o tráfico de drogas e apreendeu entorpecentes e três suspeitos. Foram recolhidos um pé de maconha, 100 pedras de crack, torrões de maconha, espingarda, balança e  papel alumínio para embalar drogas.Três traficantes detidos responderão por tráfico, associação para o tráfico e, um deles, por porte ilegal de arma de fogo.

Fúria
Um homem, visivelmente, alterado deu um soco no vidro da Base da Polícia Militar no Largo da Alfândega, centro de Florianópolis. Ele cortou a mão e tentou fugir. Dois policiais, que estavam no posto, alcançaram o suspeito próximo ao mercado. O homem foi detido e retornou à base algemado. Ele ficou aguardando o Corpo de Bombeiros que fez curativos. Depois de ser medicado ganhou a liberdade, mas não disse o motivo da fúria.

Loading...