Deputado diz que não agrediu esposa, mas delegado confirma ocorrência

Divergências políticas entre Daniel Freitas e seu sogro motivaram uma discussão, o que levou aos dois ao confronto físico. Entenda o caso.

O deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC) se manifestou a respeito da denúncia de sua esposa, que prestou queixa à Polícia Civil por agressão. A ocorrência foi registrada na delegacia de Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina.

Daniel Freitas nega ter agredido a mulher, mas delegado diz que houve ocorrência – Foto: Divulgação

Daniel afirma em nota que “em momento nenhum agrediu fisicamente sua esposa. O fato deu-se por motivações políticas entre ele e seu sogro, relacionadas à divergências partidárias”. No entanto, durante a discussão, o deputado e seu sogro “entraram em vias de fato, resultando na intervenção de sua esposa”.

Além disso, na nota o deputado chega a elogiar o sogro, dizendo ser ele “um homem honrado e de bem”. Eles “inclusive já conversaram e, através de um pedido sincero de desculpas… voltaram a se entender”.

Sem notificação

A assessoria informou que até o início da noite desta quarta-feira (14) o deputado não havia sido notificado, nem mesmo intimado. Ele diz estar à disposição da Justiça para prestar quaisquer esclarecimentos.

No entanto, procurado pela reportagem, o delegado regional e responsável pelo caso, Vitor Bianco Júnior, confirmou a existência do boletim de ocorrência.

Bianco só teve acesso ao BO no final da tarde desta quarta (15). Ele disse que não irá se manifestar e que tem 30 dias para concluir o inquérito. Ele se deslocou ao município na tarde desta quarta-feira (15) para verificar o fato. Como trata-se de violência doméstica, os detalhes do caso também seguem em sigilo.

+

Segurança