Dona de casa é a 15ª vítima de homicídio em Palhoça em 2012

Rosane de Fátima Miranda foi morta a tiros após briga com outra mulher na comunidade Frei Damião

A dona de casa Rosane de Fátima Miranda, 29 anos, foi morta a tiros de revólver, disparados pelo desocupado Ademir Alves da Silva, 34, domingo à noite, no bairro Frei Damião, em Palhoça. Alvejada na casa de parentes, onde também estavam as irmãs Ana Paula, Rosângela, o irmão Fábio e a cunhada Márcia, Rosane é a 15ª vítima de homicídio em Palhoça, desde o início deste ano.

O crime teria ocorrido em função de uma vingança. A mulher de Ademir teria sido espancada na rua pelas irmãs de Rosane, domingo à noite. A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência e, quando chegou no local, na rua 13 de Maio, não encontrou nenhum dos envolvidos na briga.

Mais tarde, a PM foi chamada novamente para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo no mesmo bairro, e encontrou Rosane baleada. Os irmãos dela contaram que o autor dos disparos foi Ademir Alves da Silva, que não foi localizado.

Segundo o delegado Attílio  Gaspari, titular da única DP local, falta policiamento ostensivo na cidade. “Precisamos prevenir o crime. A Polícia Militar de Palhoça é excelente, mas falta pessoal”, afirma. Além disso, a delegacia conta com apenas uma equipe de investigação.

+

Segurança