Empresário suspeito de faturar R$ 11 milhões em golpes é preso em São José

Dono de uma construtora, Silvio Sandri é suspeito de vender o mesmo apartamento para mais de uma pessoa e imóveis que nunca foram entregues

Suspeito de faturar R$ 11 milhões com golpes no mercado imobiliário, o empresário Silvio Sandri foi preso na tarde desta segunda-feira (12), em São José, na Grande Florianópolis. Sandri, que é suspeito de cometer diversos crimes de estelionato, foi encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da justiça.

Apartamentos ficavam em prédio de cinco andares, que comportavam 20 apartamentos. Obra nunca foi concluída – Foto: NDTV/Divulgação/ND

O mandado de prisão contra o empresário, expedido pela Comarca de Blumenau, foi cumprido em uma ação que reuniu agentes da Polícia Civil, Guarda Municipal de São José e Polícia Militar.

Segundo a Polícia Civil, Sandri é proprietário de uma construtora e aplicou golpes com a venda de apartamentos que nunca foram entregues. Alguns dos imóveis, em Blumenau, ainda teriam sido vendidos para mais de uma pessoa.

Leia também:

Conforme o inquérito, através da Concretize Construtora e Incorporadora, Sandri ofertava apartamentos em construção que chegavam a custar 50% do preço do mercado.

Conforme a investigação, em um dos prédios, que tinha cinco andares e abrigava 20 apartamentos, Sandro vendeu 42 unidades para 38 proprietários. As obras não chegaram a ser concluídas.

As vítimas do golpe chegaram a montar uma associação na tentativa de recuperar os valores perdidos. Sandri já estava com a prisão preventiva decretada, mas estava foragido. Ele foi levado para Penitenciária da Agronômica, em Florianópolis, e deve ser transferido para Blumenau.

O ND+ entrou em contato com a advogada que, até então, era responsável pela defesa do empresário, mas foi informada que ela renunciou ao caso na última semana. O empresário, até a publicação desta matéria, está sem advogado de defesa.

* Com informações da NDTV

+

Segurança