Entidade de SC alerta para golpes contra caminhoneiros por aplicativo

O golpe que três caminhoneiros sofreram em Joinville, acendeu o alerta na hora de fechar a contratação de frete

O golpe que três caminhoneiros sofreram no último final de semana em Joinville, Norte de Santa Catarina, acendeu o alerta para motoristas na hora de fechar a contratação de frete. Algumas observações devem ser consideradas para que motoristas não caiam nesse tipo de golpe.

Foto do aplicativo de freteMotoristas devem ter cuidados ao contratar um frete – Foto: Reprodução Tribuna do Povo/Adriano Mendes/NDTV

A FETRANCESC (Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina) orienta que ao aceitar um carregamento principalmente feito por aplicativo de cargas deve ser feito com muita cautela.

O depoimento a seguir comprova que o que aconteceu com três caminhoneiros no fim de semana em Joinville tem se tornado frequente. Três caminhoneiros foram atraídos pela falsa promessa de fretes com valores acima do mercado, os bandidos roubaram os veículos e deixaram as vítimas em cativeiro durante três dias até que um deles conseguiu pedir ajuda. Giovani Narloch é motorista há mais de 30 anos, e relata a experiência traumática dos colegas de profissão.

“Um dos motoristas que caiu no golpe viu o frete através do aplicativo, e aceitou a carga, depois ele colocou a placa do caminhão e foi até o local do carregamento indicado pelo aplicativo. No local, uma pessoa confirmou se realmente era o motorista e com a confirmação pediu os documentos para realizar a carta frete. No momento em que o motorista ia descer do caminhão, outro homem chegou armado e pediu que ele entrasse em outro carro e o homem armado entrou no caminhão e sumiu com o veículo”, relata Giovani.

O motorista completa que hoje em dia é preciso muita cautela ao aceitar um frete.

Segundo a Federação das empresas de transporte de carga e logística em Santa Catarina, a (Fetrancesc), tem cerca de 90 mil caminhoneiros que trabalham para transportadoras. Cerca de 30 mil são autônomos e pegam fretes por conta própria, essa categoria está mais sujeita a cair em golpes como esse.

O presidente da Fetrancesc, Ari Rabaiolli, disse que existem aplicativos para contratação de frete sérios, mas é do motorista a responsabilidade de avaliar a proposta na hora de prestar o serviço.

“A Fetrancesc sugere que os motoristas fiquem atentos e que só aceitem propostas de contratação de cargas de empresas conhecidas, estabelecidas que tenham logicamente uma história e tradição na movimentação de cargas.”

Os motoristas devem ficar atentos ainda quanto às empresas, custo da quilometragem e frete muito acima do valor de mercado.

Imagem de caminhões paradosFoto: Reprodução Tribuna do Povo/Adriano Mendes/NDTV

A Polícia continua investigando o roubo que aconteceu com os caminhoneiros em Joinville. Os veículos não foram encontrados, mas já há indícios que apontam para os suspeitos pelo crime.

A polícia faz alerta sobre o anúncio de falsos fretes por aplicativo. Segundo o delegado Osnei Valdir de Oliveira, da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da DEIC (Diretoria Estadual de Investigações Criminais), esse tipo de crime não é comum no estado de Santa Catarina.

“Nós tínhamos relatos até porque acompanhamos as modalidades criminosas ocorridas em outros estados, principalmente em São Paulo, isso é uma prática comum naquele estado. Se tornando inclusive extorsão, seguido de sequestro. Uma vez que existe dinheiro para fazer a libertação da vítima. A Polícia Civil está fazendo todos os esforços para solucionar esse crime o mais rápido possível”, conclui o delegado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...