Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Estação da Casan rompe e provoca caos na Lagoa da Conceição

Casas inundadas, carros arrastados e avenida das Rendeiras interditada

A lagoa de estabilização da Estação de Tratamento de Esgoto da Casan, situada nas dunas da Lagoa da Conceição, na Capital, estourou por volta das 5 horas da madrugada, com esgoto invadindo a avenida das Rendeiras e sendo despejado nas águas da Lagoa.

O alagamento bloqueou totalmente o transito de veículos na avenida das Rendeiras, que liga o centro a vários distritos e bairros, com Joaquina, Barra da Lagoa, Praia Mole, Santinho e Rio Vermelho.

Várias casas situadas entre a ETE e a avenida das Rendeiras ficaram totalmente inundadas, provocando prejuízos incalculáveis para os proprietários e moradores.

Veículos foram arrastados pela força das águas e ficaram submersos, bloqueando as vias perpendiculares a avenida das Rendeiras.
O Corpo de Bombeiros encontra-se no local desde as primeiras horas da manhã, prestando auxilio às vítimas. Mobilizou barcos infláveis para transporte de pessoas doentes ou idosas.

A Policia Militar bloqueou o acesso a avenida das Rendeiras, permitindo apenas a passagem de pedestres. Muitos se arriscaram, circulando descalços com risco de contaminação, em função da água de esgoto. A Guarda Municipal também está há horas no local.

Até agora a Casan não emitiu nenhuma nota ou sua direção se manifestou sobre a inédita ocorrência.

Há anos que a população da Lagoa da Conceição vem denunciando que a Estação de Tratamento não comporta a demanda. O transbordamento da lagoa da estabilização era questão de tempo. E de muita chuva.

Com a lamentável ocorrência, a Lagoa fica inviável para banho nas
próximas semanas e talvez meses.

E há também o risco de danos ecológicos, sobretudo, na vida de peixes, camarões e siris que ali se reproduzem e vivem sobretudo no período de verão.

Carros foram arrastados com a força dos efluentes – Foto: Divulgação/NDCarros foram arrastados com a força dos efluentes – Foto: Divulgação/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.