Festa com mais de 60 pessoas termina em briga e prisão em Joinville

Segundo a PM, evento teria sido organizado por uma facção criminosa; dono da casa estava com mandado de prisão em aberto

Bebidas foram encontradas no local – Foto: PMSC/Divulgação/NDBebidas foram encontradas no local – Foto: PMSC/Divulgação/ND

Uma festa com aglomeração de mais de 60 pessoas terminou em briga e prisão na madrugada deste domingo (31), no bairro Jardim Paraíso, em Joinville.

A Polícia Militar foi acionada no meio da madrugada pelos vizinhos que reclamavam de “algazarra” em uma casa.

Ao chegar no local, os policiais se depararam com uma festa que ocorria nos fundos e de uma casa.  No momento ocorria uma briga generalizada entre os próprios integrantes do evento.

Ao fazer a abordagem, os policiais foram desacatados por um dos participantes da festa. O homem acabou detido. Os policiais disseram que também foram apedrejados pelos demais participantes da festa.

Leia também:

Dono da festa tinha mandado ativo

Passada a confusão, os policiais entraram no local para revistar os participantes. Algumas pessoas desobedeceram as ordens dos militares e correram para cima do telhado da residência, pulando um muro de três metros. Os telhados de várias casas da redondeza foram danificados.

De acordo com a polícia, o proprietário da residência e promotor da festa estava com mandado de prisão ativo pelo crime de roubo. Ele foi levado para o Presídio de Joinville.

Aos demais, foi lavrado um termo circunstanciado por perturbação do sossego alheio, desacato, resistência à prisão, rixa, dano e infração de determinação do poder público – destinada a impedir a propagação do coronavírus.

Segundo a PM, a festa seria uma confraternização de uma facção criminosa. Todos os participantes do evento foram revistados e tiveram seus nomes. Alguns tinham passagens por tráfico de drogas, roubo e homicídios.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Segurança