Exército e Vigilância Ambiental fazem operação em Joinville contra o mosquito Aedes aegypti

Agentes vão vistoriar imóveis e distribuir material impresso orientando a população sobre a importância da eliminação de criadouros do inseto transmissor da dengue, da zika e da chikungunya

Arquivo/ND

Ação que será realizada no sábado em Joinville faz do do Dia D contra o mosquito Aedes aegypti, que ocorre em todo o país

No próximo sábado (13), a Prefeitura de Joinville, por meio da Vigilância Ambiental, e o Exército, com efetivo do 62º Batalhão de Infantaria, realizam ações educativas e de controle ao mosquito Aedes aegypti. O movimento faz parte do Dia D que ocorre em todo o país.

A Vigilância Ambiental vai atuar com 20 agentes de endemias, fazendo a revisita em casas que estavam fechadas em vistorias anteriores. “A intenção é não deixar nenhum domicílio sem vistoriar nas áreas em que foram encontrados focos do mosquito. Vamos aproveitar o sábado para ver se o morador está em casa e fazer a vistoria”, disse Nicoli dos Anjos, coordenadora.

O efetivo do 62º Batalhão de Infantaria fará a distribuição de material impresso orientando a população sobre a importância da eliminação dos potenciais criadouros do mosquito transmissor da dengue, da zika e da chikungunya. Eles atuarão nos bairros Itaum, Floresta, Boa Vista, Costa e Silva e São Marcos.

Além da ação de sábado, está programada uma nova movimentação na segunda-feira (15), quando os agentes de combate a endemia e militares do 62º BI farão mutirão nos cemitérios da cidade, eliminando todos os pratinhos de vasos que possam acumular água. Além disso, serão feitas vistorias nas escolas municipais e CEIs dos bairros em que foram encontrados focos positivos do Aedes aegypti este ano.

Na terça-feira (16), os agentes e os militares atuarão em conjunto na resolução das denúncias relacionadas aos criadouros do Aedes aegypti, buscando diminuir a demanda hoje existente na Vigilância Ambiental. “Esta ajuda é importante para que possamos conferir as denúncias que tem chegado todos os dias na vigilância, assim conseguimos verificar com mais rapidez”, completou Nicoli.

Em Joinville foram encontrados 22 focos do mosquito em 2016, e quatro casos de dengue já foram confirmados. Os casos são de pessoas que contraíram a doença fora de Joinville. Todos foram tratados e estão fora de perigo.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Forças Armadas

Loading...