Fotos: relembre carros de luxo apreendidos em Santa Catarina

No último sábado, uma Lamborghini Gallardo avaliada em R$ 800 mil foi apreendida em Florianópolis; veja outros veículos de alto padrão capturados no Estado

O motorista de uma Lamborghini Gallardo foi preso com drogas no dia 12 de setembro deste ano, após apresentar atitude suspeita, segundo a Polícia Militar. A apreensão chamou a atenção por conta da exclusividade do modelo da marca italiana. O veículo estava com um homem e foi apreendido na comunidade da Maloca, na região Continental de Florianópolis, devendo passar por uma investigação da Polícia Civil para apurar se era usado para a prática de tráfico. Caso confirmado, deve ficar apreendido pela polícia.<br />No entanto, é o valor e as características especiais da máquina que atiçam a curiosidade. O exemplar é um dos mais conhecidos da marca e chegou ao Brasil ainda em 2004, quando foi lançado para celebrar o 40° aniversário da Lamborghini. O modelo LP560 conta com o motor 5.2 V10, capaz de entregar 560 cavalos. Conforme o Blog Auto, o Gallardo é o modelo que tem mais unidades no Brasil, totalizando 135 carros em diversas versões. O esportivo tem velocidade máxima de 325 km/h e pode ir de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos. Além disso, cada Lamborghini semelhante à que foi apreendida em Florianópolis pode custar pelo menos R$ 800 mil para um modelo 2012, conforme a tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).- Foto: Divulgação/PMSC/ND
1 10

O motorista de uma Lamborghini Gallardo foi preso com drogas no dia 12 de setembro deste ano, após apresentar atitude suspeita, segundo a Polícia Militar. A apreensão chamou a atenção por conta da exclusividade do modelo da marca italiana. O veículo estava com um homem e foi apreendido na comunidade da Maloca, na região Continental de Florianópolis, devendo passar por uma investigação da Polícia Civil para apurar se era usado para a prática de tráfico. Caso confirmado, deve ficar apreendido pela polícia.
No entanto, é o valor e as características especiais da máquina que atiçam a curiosidade. O exemplar é um dos mais conhecidos da marca e chegou ao Brasil ainda em 2004, quando foi lançado para celebrar o 40° aniversário da Lamborghini. O modelo LP560 conta com o motor 5.2 V10, capaz de entregar 560 cavalos. Conforme o Blog Auto, o Gallardo é o modelo que tem mais unidades no Brasil, totalizando 135 carros em diversas versões. O esportivo tem velocidade máxima de 325 km/h e pode ir de 0 a 100 km/h em apenas 3,7 segundos. Além disso, cada Lamborghini semelhante à que foi apreendida em Florianópolis pode custar pelo menos R$ 800 mil para um modelo 2012, conforme a tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).- Foto: Divulgação/PMSC/ND

Na operação batizada de ‘El Patrón’, a Polícia Civil de Santa Catarina prendeu o traficante Douglas Gonçalves, que se inspirava no narcotraficante colombiano, Pablo Escobar. Douglas faturava mais de R$ 1 milhão por mês, e posava para fotos com as roupas feitas pela confecção da qual era sócio e morava em um condomínio de alto padrão em Balneário Camboriú. Ele também ostentava cinco carros de luxo, entre eles, duas BMWs. Os veículos foram apreendidos pela polícia na operação – Foto: Polícia Civil de Santa Catarina/Divulgação
2 10

Na operação batizada de ‘El Patrón’, a Polícia Civil de Santa Catarina prendeu o traficante Douglas Gonçalves, que se inspirava no narcotraficante colombiano, Pablo Escobar. Douglas faturava mais de R$ 1 milhão por mês, e posava para fotos com as roupas feitas pela confecção da qual era sócio e morava em um condomínio de alto padrão em Balneário Camboriú. Ele também ostentava cinco carros de luxo, entre eles, duas BMWs. Os veículos foram apreendidos pela polícia na operação – Foto: Polícia Civil de Santa Catarina/Divulgação

Uma Mercedes-Benz C63S apreendida pela Polícia Federal foi entregue ao 12º Batalhão de Polícia Militar em Balneário Camboriú no dia 26 de novembro de 2019. A PMRv (Polícia Militar Rodoviária) recebeu a posse provisória do veículo após a Justiça tentar leiloá-lo quatro vezes sem sucesso. O veículo foi apreendido no dia 28 de fevereiro de 2018, em Balneário Camboriú, no Vale do Itajaí. Conforme a Polícia Militar, o carro deve ser utilizado em ações preventivas de trânsito. Devido ao alto valor de manutenção, o veículo não será utilizado em ações ostensivas. De acordo com a corporação, o objetivo é divulgar o trabalho da PM. Devido à admiração e curiosidade que o carro desperta nas pessoas, é usado para chamar a atenção para as orientações dos policiais militares rodoviários. – Foto: PMRv/Divulgação/ND
3 10

Uma Mercedes-Benz C63S apreendida pela Polícia Federal foi entregue ao 12º Batalhão de Polícia Militar em Balneário Camboriú no dia 26 de novembro de 2019. A PMRv (Polícia Militar Rodoviária) recebeu a posse provisória do veículo após a Justiça tentar leiloá-lo quatro vezes sem sucesso. O veículo foi apreendido no dia 28 de fevereiro de 2018, em Balneário Camboriú, no Vale do Itajaí. Conforme a Polícia Militar, o carro deve ser utilizado em ações preventivas de trânsito. Devido ao alto valor de manutenção, o veículo não será utilizado em ações ostensivas. De acordo com a corporação, o objetivo é divulgar o trabalho da PM. Devido à admiração e curiosidade que o carro desperta nas pessoas, é usado para chamar a atenção para as orientações dos policiais militares rodoviários. – Foto: PMRv/Divulgação/ND

No início de agosto deste ano, a Polícia Civil deflagrou a operação “Castelo de Areia” em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. De acordo com o delegado Thiago de Oliveira, um esquema milionário utilizava como subterfúgio a venda de celulares por valores muito abaixo de mercado, exigindo adiantamento de valores sob a promessa de entrega em até 31 dias. Centenas de pessoas efetuaram compras e seguiram aguardando o prazo prometido, segundo a polícia, entretanto, os pedidos passaram a não ser mais entregues, fazendo inúmeras vítimas. A investigação estima que a vantagem obtida pelos estelionatários passa de R$ 4,5 milhões. Na manhã do dia 3 de agosto, foram apreendidos oito veículos, vários deles de luxo. “A investigação prossegue para conclusão do inquérito policial e posterior remessa ao Judiciário”, informou a Polícia Civil – Foto: Polícia Civil/ND
4 10

No início de agosto deste ano, a Polícia Civil deflagrou a operação “Castelo de Areia” em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. De acordo com o delegado Thiago de Oliveira, um esquema milionário utilizava como subterfúgio a venda de celulares por valores muito abaixo de mercado, exigindo adiantamento de valores sob a promessa de entrega em até 31 dias. Centenas de pessoas efetuaram compras e seguiram aguardando o prazo prometido, segundo a polícia, entretanto, os pedidos passaram a não ser mais entregues, fazendo inúmeras vítimas. A investigação estima que a vantagem obtida pelos estelionatários passa de R$ 4,5 milhões. Na manhã do dia 3 de agosto, foram apreendidos oito veículos, vários deles de luxo. “A investigação prossegue para conclusão do inquérito policial e posterior remessa ao Judiciário”, informou a Polícia Civil – Foto: Polícia Civil/ND

A Operação Saldo Negativo, destinada a combater grupo criminoso especializado em fraudar declarações de tributos federais através de compensação com créditos falsos, cumpriu mandados no dia 5 de novembro de 2019. Cerca de 140 policiais federais, com apoio de 41 servidores da Receita Federal, cumpriram 25 mandados de prisão preventiva em desfavor de um servidor público, advogados, contadores e intermediários, bem como 30 mandados de busca e apreensão em Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Distrito Federal. Veículos, motos, barcos e joias foram apreendidos nas casas dos acusados. Também cumpriram ordens judiciais de sequestro de imóveis e terrenos. – Foto: Montagem/PRF/ND
5 10

A Operação Saldo Negativo, destinada a combater grupo criminoso especializado em fraudar declarações de tributos federais através de compensação com créditos falsos, cumpriu mandados no dia 5 de novembro de 2019. Cerca de 140 policiais federais, com apoio de 41 servidores da Receita Federal, cumpriram 25 mandados de prisão preventiva em desfavor de um servidor público, advogados, contadores e intermediários, bem como 30 mandados de busca e apreensão em Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Distrito Federal. Veículos, motos, barcos e joias foram apreendidos nas casas dos acusados. Também cumpriram ordens judiciais de sequestro de imóveis e terrenos. – Foto: Montagem/PRF/ND

Em 27 de novembro de 2019, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa de um empresário suspeito de aplicar diversos golpes em Santa Catarina., em um condomínio de luxo em Matinhos (PR). Os policiais também estouraram o “QG” (quartel-general) da quadrilha, localizado em Tijucas, na Grande Florianópolis.O delegado Pedro Henrique Mendes, do Departamento de Crimes Fazendários da Deic/SC, detalhou à equipe da NDTV que a quadrilha aplicou diversos golpes do tipo “pirâmide financeira” em catarinenses. Os suspeitos chegaram a movimentar R$ 230 milhões em dez meses. Os carros de luxo – entre eles Ferrari, Lamborghini, Porsche e Mercedes – estavam no nome de várias empresas – Foto: Imagens: Record TV/ Divulgação
6 10

Em 27 de novembro de 2019, foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa de um empresário suspeito de aplicar diversos golpes em Santa Catarina., em um condomínio de luxo em Matinhos (PR). Os policiais também estouraram o “QG” (quartel-general) da quadrilha, localizado em Tijucas, na Grande Florianópolis.O delegado Pedro Henrique Mendes, do Departamento de Crimes Fazendários da Deic/SC, detalhou à equipe da NDTV que a quadrilha aplicou diversos golpes do tipo “pirâmide financeira” em catarinenses. Os suspeitos chegaram a movimentar R$ 230 milhões em dez meses. Os carros de luxo – entre eles Ferrari, Lamborghini, Porsche e Mercedes – estavam no nome de várias empresas – Foto: Imagens: Record TV/ Divulgação

Em julho de 2019, um grupo de traficantes responsável por exportar drogas para a Europa e outros países, a partir dos portos marítimos de Itajaí e Navegantes, em Santa Catarina, foi alvo de uma operação deflagrada pela Polícia Federal. Como parte da Operação Joias do Oceano, os agentes apreenderam e bloquearam 23 automóveis e caminhões, cinco embarcações e 25 imóveis. O valor total de imóveis de luxo, veículos e máquinas sequestradas ultrapassa R$ 70 milhões. – Foto: PF/Divulgação/ND
7 10

Em julho de 2019, um grupo de traficantes responsável por exportar drogas para a Europa e outros países, a partir dos portos marítimos de Itajaí e Navegantes, em Santa Catarina, foi alvo de uma operação deflagrada pela Polícia Federal. Como parte da Operação Joias do Oceano, os agentes apreenderam e bloquearam 23 automóveis e caminhões, cinco embarcações e 25 imóveis. O valor total de imóveis de luxo, veículos e máquinas sequestradas ultrapassa R$ 70 milhões. – Foto: PF/Divulgação/ND

Ainda na Operação Joias do Oceano, os agentes apuraram que os principais investigados possuíam patrimônios milionários em seus nomes e de terceiros – parentes, empresas e outros “laranjas”. As ações da polícia passaram, então, a se concentrar na legalidade da aquisição dos bens e nos mecanismos usados para a lavagem do dinheiro do tráfico. Além dos imóveis, automóveis, caminhões e embarcações apreendidos e bloqueados, o juiz da 1ª Vara Federal Criminal de Itajaí determinou a apreensão de um maquinário pesado utilizado na logística retroportuária, cujos indícios revelam ter sido adquirido com o dinheiro ilegal do tráfico de drogas. Segundo a PF, vários imóveis são de alto luxo, como apartamentos nos condomínios mais renomados de Balneário Camboriú, Joinville e São Francisco do Sul, casa de campo e salas comerciais. Os automóveis seguem o mesmo padrão, com modelos como Porsche, Ferrari, Lamborghini e outros.- Foto: PF/Divulgação/ND
8 10

Ainda na Operação Joias do Oceano, os agentes apuraram que os principais investigados possuíam patrimônios milionários em seus nomes e de terceiros – parentes, empresas e outros “laranjas”. As ações da polícia passaram, então, a se concentrar na legalidade da aquisição dos bens e nos mecanismos usados para a lavagem do dinheiro do tráfico. Além dos imóveis, automóveis, caminhões e embarcações apreendidos e bloqueados, o juiz da 1ª Vara Federal Criminal de Itajaí determinou a apreensão de um maquinário pesado utilizado na logística retroportuária, cujos indícios revelam ter sido adquirido com o dinheiro ilegal do tráfico de drogas. Segundo a PF, vários imóveis são de alto luxo, como apartamentos nos condomínios mais renomados de Balneário Camboriú, Joinville e São Francisco do Sul, casa de campo e salas comerciais. Os automóveis seguem o mesmo padrão, com modelos como Porsche, Ferrari, Lamborghini e outros.- Foto: PF/Divulgação/ND

Cinco pessoas foram presas em flagrante, na manhã do dia 3 de agosto deste ano, nas operações Pharmaco e Lupanarium da Polícia Civil, em Florianópolis. As investigações apuraram que os suspeitos estariam envolvidos em crimes de tráfico de drogas, comercialização de medicamentos oriundos de laboratórios clandestinos, comercialização de medicamentos controlados sem receita, furto de energia elétrica, além da exploração de casa de prostituição. As buscas resultaram na apreensão de uma Range Rover, uma BMW, um Jetta, uma motocicleta Yamaha/R1 e anabolizantes. – Foto: Polícia Civil/Divulgação
9 10

Cinco pessoas foram presas em flagrante, na manhã do dia 3 de agosto deste ano, nas operações Pharmaco e Lupanarium da Polícia Civil, em Florianópolis. As investigações apuraram que os suspeitos estariam envolvidos em crimes de tráfico de drogas, comercialização de medicamentos oriundos de laboratórios clandestinos, comercialização de medicamentos controlados sem receita, furto de energia elétrica, além da exploração de casa de prostituição. As buscas resultaram na apreensão de uma Range Rover, uma BMW, um Jetta, uma motocicleta Yamaha/R1 e anabolizantes. – Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um casal foragido do sistema prisional de Goiás foi capturado pela Polícia Militar num Porsche Cayenne na Avenida do Estado, em Balneário Camboriú, em março de 2018. O veículo era avaliado em cerca de R$ 600 mil. Na casa deles, no mesmo município, os policiais apreenderam uma pistola e mais dois carros de luxo novos, da Mercedes-Benz. Os três carros eram avaliados em cerca de R$ 1,2 milhão. Os dois são de Goiás e levavam uma vida de luxo no litoral catarinense. De acordo com a PF, o casal era integrante de uma célula da facção criminosa carioca, Comando Vermelho, estabelecida em Goiás. – Foto: PF/Divulgação
10 10

Um casal foragido do sistema prisional de Goiás foi capturado pela Polícia Militar num Porsche Cayenne na Avenida do Estado, em Balneário Camboriú, em março de 2018. O veículo era avaliado em cerca de R$ 600 mil. Na casa deles, no mesmo município, os policiais apreenderam uma pistola e mais dois carros de luxo novos, da Mercedes-Benz. Os três carros eram avaliados em cerca de R$ 1,2 milhão. Os dois são de Goiás e levavam uma vida de luxo no litoral catarinense. De acordo com a PF, o casal era integrante de uma célula da facção criminosa carioca, Comando Vermelho, estabelecida em Goiás. – Foto: PF/Divulgação