Homem de 30 anos confessa assassinato de ex-namorada em Schroeder

Dhyon Lenon Stavicki se apresentou à Polícia Civil na tarde desta terça-feira (15), em Guaramirim

Divulgação/Facebook/ND

Dhyon e Divana estavam separados há um mês e meio

Na tarde desta terça-feira (14), Dhyon Lenon Stavicki, 30 anos, se apresentou na Delegacia de Polícia Civil de Guaramirim. Ele confessou o assassinato da ex-namorada, Divana Peres, 24 anos, em Schroeder. Ela foi morta estrangulada na casa onde morava, na rua Gabriel Vargas, por volta das 8h30 do último domingo (13).

Principal suspeito do crime, Dhyon confessou o assassinato em depoimento ao delegado responsável pelo caso, Daniel Dias. O homem contou que o relacionamento dos dois havia terminado há um mês e meio e teria durado cerca de quatro meses. Em depoimento ele contou que foi até a casa da ex-namorada após ter encontrado Divana com outro homem na noite anterior. Em meio à discussão, eles teriam partido para a agressão física. Ele afirmou que ela não o ouvia e na tentativa de cessar a discussão e fazer com que fosse ouvido, a segurou pelo pescoço. Depois de ter sido supostamente agredido e discutido com Divana, ele teria ido embora sem se dar conta que ela estava inconsciente.

No momento do depoimento, o mandado de prisão ainda não havia sido expedido e Dhyon foi liberado. Cerca de dez minutos depois, o fórum expediu o pedido de prisão e ele irá se apresentar nesta quarta-feira à delegacia, segundo o advogado.

A vítima foi encontrada por um vizinho. Divana estava seminua na cama e várias tentativas de reanimação foram realizadas. Segundo o delegado, as investigações para apurar se ela já estava morta quando Dhyon deixou o local ainda estão em andamento.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...