Jogador que agrediu árbitro é denunciado por tentativa de homicídio qualificado

Na denúncia, o promotor do caso, Pedro Rui Porto, relatou que o atleta "assumiu o risco de produzir o resultado morte" ao chutar a cabeça do árbitro

O jogador William Ribeiro foi denunciado por tentativa de homicídio qualificado nesta quarta-feira (24) pelo MP-RS (Ministério Público do Rio Grande do Sul). Ele agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro no jogo entre Sport Clube São Paulo-RS e Guarani-RS, pela Série A2 do Campeonato Gaúcho, em outubro.

Na denúncia, protocolada pelo promotor de Justiça Pedro Rui da Fontoura Porto, foi relatado que o atleta “assumiu o risco de produzir o resultado morte” ao chutar a cabeça do árbitro, que estava caído depois de ter sido atingido por um soco de William. As informações são do Uol.

FGF TV e a imagem exata onde o jogador chuta a cabeça do árbitro da partida; caso de polícia – Foto: FGF TV/divulgaçãoFGF TV e a imagem exata onde o jogador chuta a cabeça do árbitro da partida; caso de polícia – Foto: FGF TV/divulgação

“Ao desferir chute brutal na região posterior da cabeça, pelas costas, no momento em que o ofendido estava desfalecido no gramado, o denunciado, atleta profissional, não só criou como também assumiu o risco de produzir o resultado morte, que somente não se consumou por circunstâncias alheias, devido à pronta intervenção de outros atletas e autoridades e, notadamente, ao rápido e eficaz atendimento médico”, disse o promotor.

William Ribeiro foi suspenso por dois anos do futebol pela Primeira Comissão Disciplinar do TJD-RS (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul) no mês passado.

Na ocasião, o jogador se pronunciou pela primeira vez dizendo que estava “muito arrependido”.

O caso

O jogo entre Sport Clube São Paulo-RS e Guarani-RS, no dia 4 de outubro, foi interrompido no sengundo tempo, após William Ribeiro dar um chute na cabeça do árbitro Rodrigo Crivellaro, que estava caído no chão.

Ao perceberem que o juiz estava desmaiado, jogadores pediram a entrada da equipe médica no gramado para socorrer o árbitro.

O atleta chegou a ser detido, mas recebeu liberdade provisória. O árbitro recebeu atendimento médico e foi levado de ambulância para o Hospital São Sebastião Mártir, em Venâncio Aires, no Rio Grande do Sul. Após os exames não indicarem alterações, Crivellaro recebeu alta na manhã seguinte ao jogo.

+

Segurança

Loading...