Jovem baleado no Norte da Ilha é a 93ª morte violenta em Florianópolis neste ano

Vítima, que morreu na UPA, estava com um adolescente de 16 anos que também foi atingido no ombro

Morreu na Unidade de Pronto Atendimento, no Norte da Ilha, Anderson Pereira Zangueta, 20 anos, baleado quinta-feira (15) à noite na Rodovia Virgilio Várzea, na localidade Canto do Lamin, no Norte da Ilha. Ele estava com um adolescente de 16 anos que também foi atingido no ombro. O garoto passou por uma cirurgia e recupera-se em casa. Segundo a Polícia Militar, os disparos foram efetuados por ocupantes de um HB20 roubado. O crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios. Com este homicídio, sobre para 93 o número de mortes violentas em Florianópolis.

De acordo com a PM, o HB20 havia sido roubado horas antes, no bairro Saco Grande, na Capital, de um trabalhador que chegava em casa. Zangueta não possuía antecedentes criminais. Agentes da Homicídios direcionam as investigações para o tráfico de drogas, sobretudo à guerra aberta entre integrantes de facções rivais na disputa por pontos de drogas.

Desde o início do ano, Florianópolis vem registrando um aumento considerável de homicídios em relação a anos anteriores. Conforme estatísticas da Segurança Pública, em 2017 já ocorreram 82 homicídios dolosos, dois latrocínios (matar para roubar), quatro lesões corporais seguidas de morte e cinco confrontos com a polícia, totalizando 93 mortes violentas. Neste mesmo período do ano passado ocorreram 40 homicídios dolosos. E durante todo o ano de 2016 foram 79 homicídios dolosos. A polícia credita o aumento das mortes à disputa pelo tráfico de drogas.

Ingleses

Nos Ingleses, Lucas Carvalho de Borba sofreu tentativa de homicídio quando chegava na pousada onde mora, na rua Dante de Patta, pilotando a motocicleta Yamaha XT 600 R. Um Gol se aproximou da motocicleta e um dos ocupantes efetuou dois tiros, acertando o braço de Lucas. Logo em seguida, os suspeitos abandonaram o carro e fugiram a pé. A Polícia Militar foi acionada e ao realizar a revista no carro encontrou cocaína e o telefone celular, com a foto de um dos suspeitos de praticar o crime.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...