Mercedes-Benz é flagrada a 181 km/h na BR-101, em Araquari

Registro foi feito pela Polícia Rodoviária Federal na Operação Finados

Divulgação/ND

Mercedes flagrada a mais de 180 km/h na BR-101, onde a velocidade máxima no trecho é 110 km/h

Voando baixo

Durante a Operação Finados, a Polícia Rodoviária Federal realizou várias operações com o objetivo único de evitar acidentes. Em Araquari, Norte do Estado, a PRF fez uma ação forte contra o excesso de velocidade. Em apenas quatro horas, os patrulheiros multaram 1.348 mil motoristas “voando baixo”. A velocidade máxima no trecho é 100 km/h. O destaque foi um automóvel Mercedes-Benz a 181 km/h, o que corresponde a 50 metros por segundo.

Lição de moral

O que os malfeitores fazem, os animais tentam corrigir o erro. Pelo menos foi o sentimento que senti  ao gravar uma matéria sobre um brutal homicídio, cuja vítima, um adolescente de 16 anos, teve um dos olhos arrancados pelo criminoso. O corpo foi jogado num lixão do bairro Potecas, em São José, próximo a uma caixa grande de papelão que escondia uma surpresa: todos queríam ver o que havia na caixa, mas a cadelinha de rua, não deixava ninguém se aproximar. Um policial recebeu uma mordida no sapato. A cachorrinha avançou sobre o cinegrafista Roberto e mordeu a câmera. Até que um policial conseguiu um pedaço de madeira e abriu a caixa: havia seis gatinhos. Depois, a cadelinha entrou na caixa e deu de mamar para os bichanos. Os gatinhos devem ter sido abandonados ali, sozinhos, por alguém de coração de pedra. A cadelinha, certamente, foi procurar comida no lixão, encontrou a ninhada e passou a tomar conta. Então gente, esta cadelinha de rua irracional deu uma lição de moral para o racional malfeitor que abandonou a ninhada.

Distração

A cabeleireira Jamile estava no Centro e aproveitou a oportunidade para retirar um trocado do caixa eletrônico, no domingo à tarde. Sacou R$ 60 e foi para o Terminal Integrado Cidade Florianópolis. Antes de entrar no ônibus sentiu a falta do celular e lembrou que havia deixado no caixa eletrônico. Ela correu até o banco na rua dos Ilhéus, mas não encontrou o telefone. Desconsolada, deu queixa na polícia.

PM manda bem
A Polícia Militar de Itajaí agiu rápido e recuperou o Peugeot 207 furtado nos molhes da Barra de Itajaí. Um suspeito que fica observando a movimentação viu o local onde o surfista escondeu a chave do Peugeot e furou o carro. O patrulhamento de motos da Polícia Militar  localizou o carro na avenida  Sete de Setembro, em direção a Balneário Camboriú. Os PMs acompanharam o carro e o detiveram no “Morro Cortado”. O ladrão, Bruno Felipe Ferreira Vier, foi preso e o Peugeot com os pertences foram entregues para o dono.

Porta da discórdia
A universitária Fernanda passou na 1ª DP de Florianópolis para denunciar o mau funcionamento da porta de vidro da loja de conveniência de um posto de gasolina no centro de Florianópolis. Ela contou que ao sair da loja, a porta fechou-se, automaticamente, machucando a cabeça dela. Fernanda reclamou para a gerência que apenas a mandou ter mais cuidado. A moça ainda ouviu outra cliente falar que mais pessoas já machucaram a cabeça na porta. Diante de tudo isto, Fernanda pediu para o delegado de plantão intimar o gerente do posto de combustível.  


Incomodado
O pedreiro Wilmar estava fazendo a reforma no apartamento 602 de um condomínio do Centro, quando de repente o vizinho de cima entrou de arma em punho reclamando do barulho e ameaçando os patrões de Wilmar.  O trabalhador ficou com tanto medo de continuar a reforma que parou tudo e deu queixa na polícia.

Tesoura
Os assaltos em comércio vão de vento em parte do centro histórico de Florianópolis. A vítima da vez foi uma papelaria da rua Saldanha Marinho. A proprietária Letícia disse que um jovem, com aparência de consumidor de crack pegou uma tesoura que estava sobre o balcão e a ameaçou exigindo o dinheiro do caixa. A ocorrência está registrada na 1ª DP da Capital.

Loading...