Morte de mulher por PM no trapiche de Canasvieiras continua repercutindo na cidade

Durante o conflito ela furtou uma espingarda municiada com balas de borracha e o PM revidou com munição letal

Morte e revolta
Um dos assuntos mais comentados no noticiário policial em Florianópolis continua sendo a confusão no trapiche de Canasvieiras, Norte da Ilha, que ocorreu no domingo. O que era para ser uma confraternização entre funcionários de um supermercado terminou em tragédia, com uma mulher morta pela Polícia Militar e dois feridos. Funcionários do supermercado estariam embriagados na escuna e não obedeceram ao comandante do barco, que retornou para o trapiche. Churrasco e cervejas da festa teriam sido furtados por moradores de rua, ocasionado o conflito. A PM foi ao local e inicialmente não sabia quem era vítima e agressor. Uma mulher se aproveitou da situação e furtou uma espingarda calibre 12 da viatura e investiu contra os soldados. Um PM reagiu, acertou um tiro de bala de verdade na veia femoral da mulher, e feriu o marido dela e um amigo. Dois inquéritos foram instaurados para apurar o caso: um na corregedoria da PM e outro na Polícia Civil. É lamentável que cenas assim ainda aconteçam na cidade.

Luiz Mendes/ND

Assalto
Dois suspeitos em Hyundai HB20 tentaram assaltar um supermercado na rua Deputado Antônio Edu Vieira, no bairro Pantanal, Florianópolis. Durante a ação a arma de um dos ladrões disparou acidentalmente e a dupla fugiu sem levar nada. A Polícia Militar foi acionada, fez buscas nas imediações e não obteve êxito. O boletim de ocorrência está registrado na 5ª DP.

Foragido capturado
Um dos dois ladrões que amarraram uma família, no bairro Alto Aririú, Palhoça, para roubar eletrônicos e fugir no carro da vítima, foi capturado no Morro da Caixa, bairro Capoeiras, em Florianópolis. Felipe Jhonata era foragido do Presídio Regional de Tubarão, por assalto. Agentes da Divisão de Investigação Criminal de Palhoça procuram pelo comparsa de Jhonata. O foragido foi encaminhado ao Centro de Triagem da Trindade e nos próximos dias deverá ser removido para Tubarão.

Furto em  igreja
Os objetos furtados da igreja Matriz da Colônia Santana, em São José, foram recuperados por policiais militares do 7º BPM, que também detiveram os ladrões. A caixa de som amplificada, o pedestal para violão e as duas caixas de som para computador estavam com os três adolescentes, entre 15 e 16 anos. O notebook comprado por Bruno foi devolvido na guarda do batalhão. Todos os objetos foram entregues para o padre.

Ciumenta
Uma garota de 17 anos foi brutalmente agredida e teve os cabelos cortados por uma rival mais jovem por causa de namorado. A mais velha estava ficando com o ex e atual namorado da mais nova. A enciumada garota convidou a mãe para levá-la numa motoneta Biz no local onde o jovem estava de beijos e abraços com a ex dentro do carro, no bairro Recanto da Natureza, Potecas, em São José. O caso chegou ao conhecimento da PM, que levou todos os envolvidos para a 1ª DP de Forquilhinhas.

CNH falsa
Em uma abordagem de rotina na rua das Gaivotas, no bairro José Nitro, São José, a Polícia Militar flagrou uma transação de CNH falsa e repassou o caso para a 2ª DP local. Três homens foram capturados com duas carteiras de motorista falsificadas, além de diversos cheques, totalizando R$ 12.917 e mais R$ 640 em espécie. Um dos detidos, Ademir, confessou que estava vendendo o documento por R$ 300 para Ricardo. Vilmar, que tinha outra carteira falsa, também foi levado para a delegacia. 

Exército
O general de Brigada Richard Fernandez Nunes é o novo comandante da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada. Ele assume em lugar do coronel de Infantaria Wilson Soares Junior. A passagem de comando ocorreu na sede da unidade militar. O governador Raimundo Colombo ressaltou que o Exército tem uma presença na história de Santa Catarina muito positiva e ativa no sentido da ordem, da disciplina, na formação de jovens e em obras estruturais fundamentais.

James Tavares/Secom/ND

Coronel Richard Fernandes Nunes é o novo comandante da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada

Taxista
O taxista Antônio Alves foi assaltado de madrugada no mirante da ponte Hercílio Luz, Centro, por três passageiros: um homem e duas mulheres, uma delas adolescente. Antônio foi contratado pelos três na avenida das Nações, em Canasvieiras, para uma corrida ao Centro. Quando o taxista subiu o mirante foi surpreendido com uma faca na garganta, enquanto as passageiras roubavam dinheiro e o celular.

Mão grande
Desta vez ela foi flagrada pelas câmeras de um supermercado e teve que dar muita explicação ao delegado da Central da Capital. No exato momento em que Verônica garfava um litro de uísque e 11 energéticos, o segurança que monitorava as câmeras passou um rádio para o orientador de consumo Sandro, que deu cartão vermelho a Verônica. A moça foi convidada a dar um passeio de viatura até a Central e ficou por lá.

Loading...