Operação da Deic que capturou a quadrilha de caixeiros foi bem-sucedida

A gangue, segundo os polícia, planejava explodir mais bancos neste fim de semana, quando os autoatendimentos devem estar superabastecidos

Fim de linha para caixeiros
A Operação policial da Deic, com apoio de agentes da Polícia Civil de Itajaí, que resultou na prisão da quadrilha  que explodiu o caixa eletrônico do Bradesco, domingo de madrugada, no município de Luiz Alves, foi bem sucedida. Com informações privilegiadas, os policiais esperaram a gangue sair do esconderijo, num matagal, no Alto Vale do Itajaí, para agir. Com os criminosos foram apreendidas escopetas canos longos, além de kit de sobrevivência na mata. Nas ocorrências anteriores –  60 ataques desde o ano passado – testemunhas  comentavam que os bandidos estavam armados de fuzil.  Neste período,  62 bandidos já foram presos e cinco morreram em confronto com a polícia, mas nenhum fuzil foi apreendido. A gangue tirada de circulação, segundo a polícia, tinha planos de explodir  mais caixas eletrônicos nesta sexta-feira Santa e sábado  quando os autoatendimentos devem estar super abastecidos por causa do feriado bancário.    

Sofrimento de mãe
Com os filhos no xilindró quem mais sofre são as mães.  Leondina veio de Itajaí com a nora visitar o filho Willian por que soube pela televisão que ele havia sido capturado em Luiz Alves com uma quadrilha que explodiu o caixa eletrônico do Bradesco.  Ela disse que  Willian sempre foi um bom filho,  mas se perdeu quando começou a andar com más companhias.  “Eu sempre o aconselhava a sair desta vida, mas ele não me ouvia”.

Delegado Geral
A prisão da quadrilha de caixeiros foi comemorada pelo Delegado Geral, Aldo Pinheiro D’Ávila que fez questão de sair de seu gabinete para cumprimentar, pessoalmente, todos os policiais que participaram da operação. Ele comentou que o resultado positivo é a soma de esforços de Secretaria de Segurança Pública que criou uma força-tarefa para encurtar a distâncias de criminosos deste naipe. Aldo sabe que ainda tem muito trabalho pela frente.

Furtos de moto
Os furtos de motocicleta estão numa crescente na Capital. A situação está tão desagradável que deixar o veículo em frente à casa no horário do almoço  é um risco iminente. Um dos alvos dos ladrões foi o estudante Edson. A Honda CBX 250 cilindradas, Twister, azul, ano 2004,  foi furtada no bairro Serrinha, Capital,  no início da semana. 

Incompreensível
Um PM não entendeu a decisão de uma delegada,  que liberou um cidadão embriagado ao volante,  e resolveu registrar  boletim de ocorrência. Ele ressaltou que o detido não quis fazer o teste de bafômetro no local do acidente. Então,  o PM apreendeu a CNH do suspeito e telefonou para a delegada de plantão. Mas ela o orientou a fazer um registro de fato atípico e liberar o istepô.   

Luiz Mendes/Editoria de Arte/ND

Liga Operária
A ocorrência não é recente, mas vale ressaltar como tem gente sem escrúpulos na cidade que aproveita  o menor descuido das pessoas para praticar furtos. Os larápios chegam até a invadir associações com funcionários trabalhando, como aconteceu na Liga Operária Beneficente, no Centro da Capital, de onde foi furtado um televisor plasma de 24 polegadas.

Frase:
Se os caixeiros de outros estados  migrarem para Santa Catarina serão  presos;  e se eles vierem para  o confronto serão mortos”, Cláudio Monteiro, delegado da Deic.