Polícia Civil prende novo suspeito da morte de empresário, em Tijucas

O jovem, de 18 anos, confessou o crime e deu detalhes sobre a execução da vítima

Um rapaz de 18 anos foi preso pela Polícia Civil na sexta-feira (23) como mais um suspeito de ter assassinado um empresário, que foi encontrado carbonizado dentro de sua própria caminhonete, em Tijucas.

Divulgação/ND

O corpo foi encontrado carbonizado na carroceria da caminhonete

De acordo com a Polícia Civil, o novo suspeito confessou o crime e deu detalhes sobre a execução da vítima. O rapaz de 18 anos teria ido com seu comparsa, de 22, até o bairro Praça, comunidade rural de Tijucas, para encontrar o empresário. Lá, os dois suspeitaram que a vítima fosse um policial disfarçado. Com isso, o teriam prendido em uma quitinete, onde fizeram várias agressões e o executaram com disparos na cabeça. Foi então que o teriam levado até a caminhonete e ateado fogo no veículo.

A versão apurada pela polícia é de que o empresário teria ido a Tijucas para contratar um matador para assassinar um parente. A motivação do crime seria uma briga por herança.

O outro envolvido, de 22 anos, foi preso na quinta-feira (22). Apesar das duas prisões já realizadas pela Polícia Civil, as investigações continuam sob a suspeita de mais envolvidos. O caso está sendo apurado pelo delegado Pedro Henrique Mendes.  

Apesar de a polícia não confirmar a identidade do empresário de 53 anos, afirmou que o veículo pertencia à vítima. Antes disso, foi divulgado que a Toyota Hilux estava registrada no nome de Paulo Henrique Bayer Campos, morador do bairro Trindade, em Florianópolis.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...