Polícia de Joinville apresenta suspeito de ser mandante do assassinato de Claudia Koppe

Menor de idade confessou que foi contratado por R$ 1.000 para fazer o serviço

Divulgação/ND

Cláudia foi morta com um tiro na cabeça

Foi preso na tarde desta quinta-feira (18) o suspeito de ser o mandante do assassinato de Claudia Koppe, 44 anos, morta com um tiro na cabeça dentro de casa no dia 30 de janeiro. Trata-se do ex-companheiro dela, Antônio Neto Borges de Souza, 43 anos. Ele foi detido pela Polícia Civil em um residência no bairro Saguaçu, mas estava em Campina Grande do Sul, na divisa do Paraná e São Paulo até ontem.

No dia 11 de fevereiro, uma operação da Polícia Civil, em Garuva, apreendeu um adolescente de 17 anos que confessou ter matado, com um tiro na cabeça, a técnica de enfermagem. Ele fez o serviço pelo valor de R$ 1.000. O menor teria dado pistas sobre o paradeiro do mandante do crime. Policiais acompanhavam ele há dias.

Nesta sexta-feira (19), ele será encaminhado para o Presídio Regional de Joinville e deve responder por homicídio duplamente qualificado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...