Polícia flagra tortura e impede jovem de ser assassinado em Palhoça

PM foi informada sobre gritos de socorro em região de mata no fim da tarde de domingo; houve troca de tiros, mas criminosos conseguiram escapar

Um jovem de 20 anos foi vítima de tortura na tarde de domingo (3) em Palhoça, na Grande Florianópolis. A chegada da polícia impediu que ele fosse assassinado.

Polícia Militar de Palhoça atendeu à uma tentativa de homicídio – Foto: Polícia Militar/Divulgação/NDPolícia Militar de Palhoça atendeu à uma tentativa de homicídio – Foto: Polícia Militar/Divulgação/ND

A ocorrência foi registrada no fim da tarde, no bairro Brejaru. Segundo o major Rodrigo Dutra, uma viatura da PM patrulhou a região de mata após informações de gritos de socorro no local.

Depois de 20 minutos de buscas a pé, a guarnição ouviu os gritos e foi recebida a tiros pelos criminosos. Segundo Dutra, os suspeitos foram avisados da presença da PM por meio de fogos de artifício.

Leia também:

Após intensa troca de tiros, os seis criminosos fugiram. Ninguém ficou ferido. A vítima foi encontrada em estado de choque. “Falava a todo momento que iriam matá-lo e pôr fogo em seu corpo”, contou o major.

O jovem, que não teve o nome divulgado, estava amarrado, ensanguentado, com o maxilar quebrado e várias escoriações pelo corpo. O Samu prestou os primeiros socorros e o levou para o Hospital Regional de São José.

Segundo a polícia, a vítima tem antecedentes por lesão corporal, ameaça e tráfico de drogas. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Segurança

Loading...