Polícia mantém buscas a 10 fugitivos do Centro de Triagem de Florianópolis

Barreiras da Polícia Militar já foram dissolvidas. Comandante do 4º BPM ressalta que procura estará fixada nas comunidades de origem

A procura pelos 10 presos que fugiram sábado (21) do Centro de Triagem de Florianópolis continua, segundo o tenente-coronel Araújo Gomes, mas as barreiras foram removidas. De acordo com o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, trata-se de um procedimento padrão. “Fazemos as barreiras baseada na velocidade que se movem e distância que podem cobrir, quando esse perímetro se torna grande demais, passamos a buscar pelos suspeitos em suas comunidades de origem”, explica Gomes.

Por meio da inteligência da polícia e da documentação sobre os fugitivos, a PM identifica associados dos criminosos e locais que frequentam e passam a vigiá-los.

A fuga aconteceu entre 6h30 e 7h do sábado (21), durante o café da manhã. Os fugitivos  escaparam após renderem três agentes e se armado com uma espingarda calibre 12.

A secretária de Estado da Justiça e Cidadania, Ada De Luca, e o diretor do Deap (Departamento de Administração Prisional), Leandro Lima, anunciaram a abertura de uma sindicância para apurar as condições da fuga. Leandro Lima levantou a hipótese de “falha de procedimento”.

Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Segurança