Polícia prende homicida em Chapecó

Arruda tinha contra ele três mandados de prisão pelo mesmo tipo de crime

Uma operação integrada entre as polícias da Capital e Chapecó resultou na prisão de Lairton Cesar Arruda, 30 anos. No dia 26 de fevereiro, Arruda é acusado de esfaquear a cunhada em via pública, na Rua dos Lírios, bairro Monte Cristo, em Florianópolis. O homem é acusado de ter cometido outros dois homicídios em Navegantes e no Rio Grande do Sul.

Darci Silva Ferreira, 51 anos, morreu no hospital no dia 26 de fevereiro, horas depois de ser esfaqueada na rua enfrente a vários moradores. O caso só chegou ao conhecimento da Delegacia de Homicídios da Capital depois de 15 dias do ocorrido. Os depoimentos não deixaram dúvidas ao delegado Marcos Assad, que pediu a prisão do acusado. Como o homem não estava mais em Florianópolis, a polícia iniciou uma verdadeira cassada ao suposto homicida.

Em navegantes, os policiais descobriram que Arruda já era procurado na cidade por um homicídio. Novas informações levaram a polícia até Chapecó, onde finalmente o acusado foi encontrado. Arruda trabalhava em uma obra na cidade, e não resistiu a prisão. Depois de detido, os policiais encontraram novos registros, desta vez por um homicídio praticado em Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Segurança