Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


A noite de terror em Criciúma expõe os problemas do Brasil

Repercussão internacional

O episódio de Criciúma escancara que o país está dominado pelos criminosos. Ministro Alexandre de Moraes teria advogado para clientes suspeitos de integrar facções em São Paulo, Ministro Marco Aurélio Melo solta narcotraficante André do Rap, o crime nunca esteve tão bem organizado nos três

poderes da República. A extrema imprensa relaciona Bolsonaro a milícia carioca. Ex-Presidente da Republica preso por roubo aos cofres públicos, Governador, Presidente da Assembleia, Prefeitos, centenas de Deputados Federais, todos indiciados por crimes e formação de quadrilha … o PCC toma conta do Brasil, lançando e bancando centenas de candidatos aos diversos cargos eletivos. Os gigantes do narcotráfico tem gabinetes no Congresso Nacional, foro privilegiado e prisão só na 3ª instância. O Exercito parece a Seleção Brasileira em preparação pra Copa do Mundo: se exercita, come, bebe e dorme (dentro dos quartéis). Nossas forças policiais servem para pegar ‘avião’ em boca de fumo, prender banhistas fumando baseado na praia, fazer blitz com bafômetro constrangendo casais que saíram para namorar, fomentar a indústria de multas em cima do contribuinte, desarmar pai de família deixando-o a mercê dos meliantes, tocar o terror nos idosos que não usam mascaras, intimidar através de denuncias churrascos de grupos de jovens amigos em garagens, ferrar o morador que está com o som alto, prender veiculo sem emplacamento … O momento é muito delicado. O cidadão de Criciúma está desesperado.