Agressão em hipermercado: companheira da vítima foi impedida de ajudá-lo

A família de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, morto brutalmente por seguranças de um hipermercado em Porto Alegre, não aceita porque tanta crueldade e violência. A companheira, que estava com ele, afirma que ninguém permitiu que ela corresse para ajudá-lo.

Acompanhe mais informações na reportagem do Cidade Alerta desta sexta-feira (20).

+

Cidade Alerta SC