Alvos de operação nacional, dois suspeitos de crime sexual infantil são presos em SC

Ação efetuou prisões nas cidades de São José e Itajaí; operação Luz na Infância monitora pessoas que baixam imagens pornográficas envolvendo crianças

Duas pessoas foram presas em flagrante durante a Operação Luz na Infância, que busca combater a exploração sexual de crianças e adolescentes na internet. A ação acontece em nível nacional e, em Santa Catarina, as prisões acontecerem na manhã desta quarta-feira (9), em São José e Itajaí. A ação segue em curso ao longo do dia.

Policiais cumprem seis mandados de busca e apreensão em operação de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes na internet. – Foto: Divulgação/ Polícia CivilPoliciais cumprem seis mandados de busca e apreensão em operação de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes na internet. – Foto: Divulgação/ Polícia Civil

A ação cumpriu seis mandados de busca e apreensão nas cidades de Florianópolis, São José, Governador Celso Ramos, Botuverá, Itajaí e São Bonifácio. A Polícia Civil é responsável por efetuar o cumprimento dos mandados expedidos pela Justiça.

Além de acontecer em nível nacional,  os mandados também são cumpridos fora do país. A Operação está presente nos Estados Unidos, na Argentina, no Paraguai, no Panamá e no Equador. A articulação é feita pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, por meio da Seopi (Secretaria de Operações Integradas).

No Brasil, a Operação Luz na Infância está presente em 18 estados, são eles: Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Santa Catarina.

Balanço da Operação Luz na Infância

Em Santa Catarina, a Operação começou a partir de denúncias anônimas. Para encontrar os suspeitos, a Polícia passou a monitorar pessoas que baixam pornografias com menores envolvidos.

Esta é a 8° edição da Operação Luz na Infância, que acontece desde 2017. Ao longo dos cinco anos de operação foram cumpridos 1.450 mandados de busca e apreensão e 700 pessoas foram presas em diversas localidades.

Em Santa Catarina, já aconteceram prisões em nove cidades. São elas: Florianópolis, Joinville, Criciúma, Blumenau, Balneário Camboriú, Itapiranga, Lages, São José e Itajaí.

+

Polícia