Após 21 dias foragido, suspeito de ter matado homem em Chapecó é preso

Adelar Pedroso foi preso preventivamente e encaminhado ao Presídio Regional

O suspeito de ter cometido um homicídio no dia 4 de janeiro, em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, se apresentou à Polícia Civil da tarde de segunda-feira (25), após 21 dias foragido. Adelar Pedroso foi preso preventivamente e, durante interrogatório, ele permaneceu em silêncio. Ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Chapecó, onde permanece à disposição da Justiça.

Principal suspeito se apresentou à Polícia Civil após 21 dias foragido – Foto: Polícia Civil/Divulgação/NDPrincipal suspeito se apresentou à Polícia Civil após 21 dias foragido – Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

Adelar teria matado Ivan Rodrigo Argenta, de 42 anos, por volta das 18h na avenida Getúlio Vargas, no Centro de Chapecó em plena luz do dia. A vítima foi ferida por tiros e não resistiu aos ferimentos.

Após o crime, o suspeito fugiu. Durante a investigação, a polícia divulgou a imagem de Adelar para localiza-lo com ajuda da comunidade.

Para a conclusão do inquérito policial, a Polícia Civil aguarda a apresentação dos laudos pertinentes por parte do IGP (Instituto Geral de Perícias). Enquanto isso, o principal suspeito está preso.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia