Após receber nudes, homem é extorquido por falso delegado em Guaraciaba

Estelionatário disse que se ele não pagasse R$ 14,2 mil seria preso por receber fotos íntimas de suposta menor de idade

Um homem foi vítima de um golpe após receber fotos íntimas de uma mulher em um aplicativo de relacionamento em Guaraciaba, no Extremo-Oeste catarinense. A vítima teve prejuízo de R$ 7,2 mil.

Na pandemia, catarinenses vivem verdadeira explosão no número de estelionatos – Foto: Pixabay/Divulgação/NDNa pandemia, catarinenses vivem verdadeira explosão no número de estelionatos – Foto: Pixabay/Divulgação/ND

Segundo a PM (Polícia Militar), o estelionato foi registrado nesta sexta-feira (15), por volta das 11h. No local, a vítima relatou que na última terça-feira (12) uma mulher o chamou para conversar em um aplicativo de relacionamento e durante a conversa recebeu fotos íntimas.

No dia seguinte, o homem teria recebido uma ligação de estelionatários que se passavam por funcionários da PC (Polícia Civil) do Rio Grande do Sul. Os supostos policiais civis relataram que a mulher que a vítima havia conversado era menor de idade e que ela precisaria ser internada em uma clínica de reabilitação.

Para isso, o homem teria que pagar o valor de R$ 8,2 mil. Caso ele não pagasse, os supostos policiais iriam o prender. Assustado, o homem foi ao banco e realizou um depósito no valor de R$ 7,2 mil para uma conta corrente do município de Triunfo (RS).

Na sexta-feira o homem relatou que recebeu novamente ligações de um falso delegado, que exigia a quantia de R$ 6 mil. A vítima foi novamente ao banco e transferiu o valor para uma conta de Erico Veríssimo (RS).

Minutos após, os familiares da vítima perceberam que podia se tratar de um golpe, sendo que entraram em contato com o banco, conseguindo estornar o valor de R$ 6 mil referente à última transferência realizada. A vítima registrou um boletim de ocorrência e ficou ciente de que este golpe é frequentemente aplicado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...