Assalto a shopping de Joinville: já há nomes suspeitos, diz polícia

Polícia Civil já protocolou medidas cautelares contra suspeitos verificados na investigação

A ação cinematográfica em um shopping de Joinville, no Norte de Santa Catarina, continua sendo investigada pela Polícia Civil, que já identificou nomes suspeitos de orquestrarem o assalto às duas joalherias.

Quatro criminosos assaltaram duas joalherias e fugiram antes da chegada da polícia – Foto: ReproduçãoQuatro criminosos assaltaram duas joalherias e fugiram antes da chegada da polícia – Foto: Reprodução

O assalto aconteceu na manhã de terça-feira (9) e os quatro suspeitos fugiram antes da chegada da polícia. O carro identificado e utilizado na ação foi encontrado em um terreno próximo ao shopping, seis horas após o assalto. Ainda não há levantamento do prejuízo causado às joalherias.

De acordo com o delegado Rafaello Ross, suspeitos já foram identificados e verificados pela equipe que trabalha no caso há mais de um dia. Além disso, medidas cautelares já foram protocoladas, no entanto, informações a respeito do paradeiro não serão divulgadas para não atrapalhar as investigações.

O delegado conta, ainda, que a ação foi planejada. “Certamente houve um planejamento prévio”, salienta. O carro encontrado está na sede da DIC (Divisão de Investigação Criminal) e passou por perícias. “Nós recolhemos algumas evidências no carro, talvez no atropelo deixaram alguma coisa para trás e tudo está sendo analisado pelo IGP”, fala.

Os criminosos assaltaram as duas joalherias simultaneamente e, de acordo com informações, eles queriam as chaves dos cofres, como não tiveram acesso, recolheram os objetos expostos e saíram antes da chegada da polícia. Ross ressalta que, em princípio, são apenas os quatro suspeitos, mas não descarta a possibilidade de envolvimento de outras pessoas pela maneira como o crime foi planejado. “Possivelmente eles tinham outras informações”, complementa.

No momento, a equipe que investiga e realiza diligências é composta por 20 policiais e o delegado ressalta que a polícia “está fechando o cerco das hipóteses, do modo de fuga e do meio empregado para cometer o assalto. Estamos em um caminho que vai render um bom resultado”, finaliza.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia