Autor da chacina em creche em SC é autuado em flagrante pela polícia

Jovem de 18 anos foi autuado pelo assassinato de cinco pessoas, sendo três crianças e duas mulheres, no município de Saudades, no Oeste de SC

A Polícia Civil de Santa Catarina autuou em flagrante o homem de 18 anos preso pelo assassinato de cinco pessoas, sendo três crianças e duas mulheres, em uma creche na cidade de Saudades, no Oeste catarinense, nesta terça-feira (4).

Chacina em creche em SC deixou cinco mortos, entre eles, três crianças – Foto: CBMSC/Divulgação/NDChacina em creche em SC deixou cinco mortos, entre eles, três crianças – Foto: CBMSC/Divulgação/ND

De acordo com o delegado Jerônimo Marçal, da Delegacia de Polícia de Pinhalzinho, o preso, identificado como Fabiano Kipper Mai, foi autuado em flagrante por cinco homicídios triplamente qualificados. Além disso, ele foi autuado pela tentativa de homicídio de uma criança, que logo após o crime foi transferida para um hospital em Chapecó.

As qualificadoras dos crimes foram motivo torpe (fútil), utilização de recurso que impossibilitou a defesa das vítimas e a utilização de meio cruel.

Com o procedimento lavrado pela Polícia Civil, o homem já se encontra sob a tutela do Deap/SC (Departamento de Administração Prisional) e até a manhã desta quarta-feira (5), seguia hospitalizado em estado grave em Chapecó.

Depoimentos

Nesta quarta e pelos próximos dias, a Polícia Civil de SC seguirá realizando os trabalhos no inquérito policial instaurado para apurar a motivação dos crimes. Estão sendo tomados depoimentos de testemunhas.

O delegado Jerônimo Marçal pretende realizar o interrogatório do autor nos próximos dias e aguarda também autorização judicial para acessar equipamentos eletrônicos apreendidos com o preso. A Polícia Civil espera, ainda, os laudos periciais em trabalho que está sendo feito pelo IGP (Instituto Geral de Perícias).

O crime

O jovem de 18 anos, armado com uma espada Katana, invadiu a escola infantil Pró-Infância Aquarela, localizada na rua Quintino Bocaiúva, no bairro Industrial manhã de terça. Ele atacou alunos e colaboradores.

Duas crianças e a professora Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, morreram na hora. Uma terceira criança foi levada ao hospital, porém também não resistiu. As vítimas são bebês, todos menores de dois anos.

A agente educadora Mirla Amanda Renner Costa, de 20 anos, que também foi atacada na escola, chegou a ser levada ao hospital em Chapecó, mas morreu em decorrência dos ferimentos.

Na casa da família do suspeito, a Polícia Civil encontrou o computador que deverá passar por uma perícia. As embalagens das duas facas utilizadas no crime e cerca de R$ 11 mil em espécie também estavam na casa.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia