Autor de tiro que acertou bebê em SC tem suspeita de participação em outros crimes

Informação foi revelada pela Brigada Militar do Rio Grande do Sul que localizou os envolvidos; crime ocorreu em Chapecó

O homem de 39 anos, suspeito de ter atirado contra um Ford/Mustang e acertado no peito a bebê Amanda Jenefer Sander, de 7 meses, é suspeito de ter participação em outros crimes na cidade de Erechim, no Rio Grande do Sul, entre eles um duplo homicídio no mês de julho.

Polícia Militar isolou o local onde os tiros foram disparados. – Foto: Selio Gasparetto/NDTV ChapecóPolícia Militar isolou o local onde os tiros foram disparados. – Foto: Selio Gasparetto/NDTV Chapecó

A informação foi divulgada pelo major da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, André Konigonis em entrevista ao Balanço Geral de Chapecó. Segundo ele, as guarnições de Erechim localizaram a camionete Nissan/Frontier, que teve participação na perseguição, na BR-153 que dá acesso ao Estado de Santa Catarina, ainda na tarde do crime, na quarta-feira (4).

A menina foi atingida por uma bala perdida na frente da sua casa, na rua Kasulo, bairro Seminário, em Chapecó, no Oeste Catarinense. Ela brincava no colo do pai, Elodir Sander, de 38 anos, e com a irmã mais velha, Halana Kenefer Sander, de 8 anos.

O tiro foi resultado de uma perseguição entre dois homens que estavam em uma Nissan/Frontier e um Ford/Mustang, conduzido por um empresário de 50 anos. No local dos disparos, o IGP (Instituto Geral de Perícias) localizou quatro capsulas a cerca de 50 metros do local onde Elodir estava com a filha.

De acordo com o major, os dois homens que estavam na camionete confessaram a participação no crime, até porque havia imagens que confirmavam a presença do veículo no local.

tiroOcorrência foi registrada no início da tarde desta quarta-feira (4). – Foto: Ana Lucieto/NDTV Chapecó/Divulgação

Segundo Konigonis, quando a Brigada Militar soube da ocorrência alertou as guarnições de Erechim e buscas foram feitas na casa do proprietário da Frontier, no interior de Severiano de Almeida, no Rio Grande do Sul, onde ninguém foi encontrado.

Os dois foram localizados e detidos, mais tarde, em abordagem na BR-153. Com eles foram apreendidas uma pistola calibre 380, 57 munições intactas calibre 380, um revólver calibre 380, um revólver calibre 22, cinco cartuchos deflagrados calibre 22 e uma Nissan/Frontier. Eles foram presos pelo crime de porte e posse ilegal de arma de fogo.

Menina segue internada

Na manhã desta sexta-feira (6), o pai da bebê no HRO (Hospital Regional do Oeste), onde Amanda está internada na companhia da mãe, Adriangela Rosa. Ao segurar sua filha no colo pela primeira vez após o tiro, Elodir relata sua emoção. “Foi um momento único. A emoção não coube no peito. Poder sentir ela de novo foi o melhor presente que eu poderia ganhar”, expressou.

Amanda tem apenas sete meses – Foto: Arquivo pessoal/NDAmanda tem apenas sete meses – Foto: Arquivo pessoal/ND

A criança está se recuperando bem e o pai espera que até domingo (8) já receba alta para comemorar o Dia dos Pais ao lado da família. “Graças a Deus o tiro não atingiu nenhum órgão vital. Passou por perto do pulmão e em uma veia vital”, disse o pai.

A pequena Amanda já está se alimentando com leite materno e não tem chorado de dor.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...