Briga do tráfico termina com duas mortes em Florianópolis

Segundo a polícia, autor do primeiro homicídio foi assassinato pouco tempo após cometer o crime

Marco Santiago/ND

Policiais detiveram suspeito pouco depois do crime na praça Osvaldo de Oliveira

A disputa entre grupos de tráfico fez duas vítimas na Capital na tarde de sexta-feira. Jonas Fonseca do Rosário, 25, foi atingido por quatro disparos na praça Osvaldo de Oliveira, no bairro Capoeiras, parte continental de Florianópolis. Ele estava sentado no banco, junto à mesa de xadrez, quando um homem desceu do carro e atirou. Jonas era investigado pelo assassinato de uma jovem.

Uma equipe da Delegacia de Homicídios esteve na cena do crime. Embora o local estivesse repleto de curiosos, ninguém se dispôs a relatar o que ocorreu. Um grupo de jovens chegou a ser detido para averiguações, mas as informações pouco ajudaram os investigadores.

Enquanto policiais investigavam o primeiro caso, o adolescente, autor dos disparos, foi executado em uma lavação de automóveis, na rua Irmã Bonavita, na Coloninha. Até o fechamento da edição, a vítima não foi identificada pelo IML (Instituto Médico Legal) de Florianópolis.

Segundo o delegado Ênio de Oliveira Matos, o segundo crime foi vingança. “O primeiro morava em Biguaçu, mas tinha ligação com o morro da Caixa. Já o segundo, tinha ligação com os traficantes da Chico Mendes”, ressaltou. O delegado informou ainda, que já tem dois suspeitos para um latrocínio de Elcio da Silva Teixeira, 33, morto no Ribeirão da Ilha no último final de semana.

Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia