Cacique e família de aldeia são sequestrados no Oeste de SC

Polícias trabalham desde a madrugada em buscas pelas vítimas; Funai afirma que acompanha a operação

O cacique da TI (Terra Indígena) Toldo Pinhal, próximo a cidade de Seara, no Oeste de Santa Catarina, foi sequestrado na madrugada deste sábado (28). Moacir Cavalheiro, de 35 anos, a esposa e os filhos foram levados em dois carros por um grupo de índios armados, segundo fontes indígenas.

Cacique e família de aldeia são sequestrados no Oeste de SC – Foto: Arquivo/Agência Brasil/ NDCacique e família de aldeia são sequestrados no Oeste de SC – Foto: Arquivo/Agência Brasil/ ND

O carro em que estava à família do cacique foi abordado pela polícia em uma rodovia da região, perto das 10 horas da manhã deste sábado. Uma das vítimas teria gritado por socorro e o veículo foi parado pela PM (Polícia Militar).

Ainda de acordo indígenas, o cacique teria sido levado possivelmente em um Palio de cor escura. Até as 11h da manhã desse sábado, o líder ainda não havia sido encontrado. Também não há informações sobre feridos.

A coordenadora regional da Funai (Fundação Nacional do Índio), Azelene Inácio informou que ainda buscam informações sobre o caso. Também disse que trabalha com várias forças de segurança para localizar os envolvidos, inclusive com agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Procurada pela reportagem, a Polícia Federal disse às 11h que “já está em diligências sobre esse caso, sem qualquer outra informação”.

Moacir está no comandando da aldeia há cerca de dois anos. Segundo indígenas,  o grupo de sequestradores que chegou até o local não é favorável à administração do cacique. Por conta disso, teria planejado o sequestro para tirá-lo do poder de dentro da terra indígena.

Acesse e receba notícias de Abelardo Luz e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia