Casal responsável por menina morta de 11 anos em Timbó é intimado a depor novamente

Mãe e padrasto da criança disseram à polícia que ela caiu de escada; marcas levantam suspeitas

A morte da menina de 11 anos na madrugada de quinta-feira (14) chocou moradores de Timbó, no Médio Vale do Itajaí. O padrasto e a mãe da criança foram intimados a depor novamente na Polícia Civil.

Polícia fez diligências na tarde desta quinta-feira (14) na casa da mãe e padrasto – Foto: Daniela Meller/NDTVPolícia fez diligências na tarde desta quinta-feira (14) na casa da mãe e padrasto – Foto: Daniela Meller/NDTV

De acordo com o Delegado André Beckman, o casal foi intimado, mas a data do depoimento ainda não foi divulgada. A polícia aguarda a conclusão do laudo do IML (Instituto Médico Legal), que sairá em até 10 dias. Além do padrasto e da mãe, 11 pessoas prestaram depoimento no decorrer da quinta-feira (14). Até o momento ninguém foi preso.

Segundo informações apuradas pelo portal ND+, a mãe e o padrasto da menina alegaram à Polícia Militar, na confecção do Boletim de Ocorrência, que ela teria caído de uma escada enquanto tentava tratar o gato da família. Ela teria apresentado tontura e um galo na cabeça, seguido por enjoo. Quando os dois perceberam que a menina estava gelada, chamaram os bombeiros. O inquérito foi instaurado na quinta-feira e deve ser concluído em até 30 dias.

O enterro da criança foi na manhã desta sexta-feira (15) no Cemitério Municipal Jardim da Paz em Timbó. O corpo foi liberado do IML (Instituto Médico Legal) de Blumenau na mesma noite dos depoimentos  e o velório aconteceu na Igreja Evangélica Assembleia de Deus.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...